Rádio Rural AM 840

NOTÍCIAS


Economia

Apesar de resultado fraco, Concórdia tem saldo positivo na geração de emprego em novembro

Dados foram divulgados pelo Ministério da Economia na última semana.

Por Luan de Bortoli
23/12/2019 às 07h32 | Atualizada em 23/12/2019 - 19h53


Concórdia voltou a ter saldo positivo na geração de empregos no mês de novembro, apontaram os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), do Ministério da Economia, divulgados na última semana. Conforme o relatório, o município terminou novembro criando 55 vagas formais de emprego, ou seja, com carteira assinada.

Este resultado é a diferença entre 1168 contratações e 1113 desligamentos – que podem ser demissões ou mudança de cidade. Esta é a sexta vez seguida que Concórdia tem saldo positivo na criação de empregos, ou seja, desde junho. No entanto, o resultado é um dos mais fracos do ano. Nos meses anteriores, a geração chegou a ser três vezes maior.

No mês que passou, o setor que mais se destacou e gerou um resultado melhor foi o Comércio, com saldo de 98 contratações. Pelo outro lado, a Indústria da Transformação foi o segmento que gerou mais demissões entre todos os setores.

Já no resultado acumulado do ano, o número também é bastante positivo. Conforme o Caged, em 11 meses, de janeiro até novembro, o saldo é de 2.085, quase o dobro do mesmo período no ano anterior. Já em 12 meses, ou seja, de dezembro do ano passado a novembro de 2019, o sado é de 1547, quase o triplo do mesmo período anterior.

Em nível estadual, a geração de emprego também teve resultados positivos. O saldo foi de 10.026, melhor novembro desde 2011 conforme o Caged. Já no Brasil, os números também são positivos. O saldo foi de 99.232 vagas criadas, o melhor resultado para novembro desde 2010.





01 COMENTÁRIO - Deixe também o seu Comentário



Alceu Matiollo comentou em 23/12/2019 as 22:02:10
A Prefeitura precisa decidir urgentemente em atrair empreendimentos de medio e grande porte, ou seremos eternamente MICROS, a cidade não expande seu crescimento, como resposta a população tambem, somos a 18ª população. Se não há pessoas não ha consumo óbvio. Andamos a passos lentos e outros mais nos ultrapassam. A não ser que seja uma opção ou uma vocação nossa. A titulo de exemplo. chapeco inaugurou a 3ª loja havan 150 empregos diretos.




VEJA TAMBÉM