Rádio Rural AM 840

NOTÍCIAS


Geral

Estiagem: Sistema de captação de Suruvi, em Concórdia, já está em estado de atenção

Caso não chova regularmente, poderá haver racionamento em breve.

Por Luan de Bortoli
10/01/2020 às 06h25


Este início de ano tem sido de preocupação no que se refere à estiagem. A pouca chuva em Concórdia entre o fim de 2019 e o início de 2020, somada à forma isolada que ela ocorre, tem deixado o município novamente em alerta para a situação de seca. O abastecimento de água ainda não foi afetado,no entanto já começa a preocupar a Casan.

Conforme o gerente da empresa em Concórdia, Helton Carneiro, a situação da captação em Linha Suruvi poderá se agravar caso não chova volumes consideráveis nos próximos dias. Ele ainda informa que o sistema de captação do Jacutinga é mais tranquilo e não deverá gerar preocupações tão cedo. Ao mesmo tempo, a Casan já pede que a população faça uso consciente de água.

“A bacia do Jacutinga baixou, mas ainda não requer muita atenção. A do Suruvi a gente já está em estado de atenção. Nós já fizemos algumas melhorias para trazer mais água de rios afluentes, jogando pra dentro da nossa captação. No momento continuamos com captação completa. Na semana que vem farei outra avaliação. Se houver falta de água no Suruvi, a gente vai fazer uma campanha pro cidadão economizar água”.

A prefeitura de Concórdia está, há cerca de duas semanas, realizando transporte de cargas de água para comunidades do interior. Conforme a administração municipal, são realizadas cerca de duas viagens por dia. As localidades que já pediram ajuda foram São Geraldo, Cachimbo, São Cristóvão e a região da BR-153. No interior, o problema afeta animais e a plantação.

Os rios de Concórdia também estão com níveis baixos. Nesta semana, relatório da Epagri/Ciram apontou que Concórdia estava com três pontos, dos cinco que o órgão monitora, em estágio de atenção ou emergência para estiagem, confirmando que o nível de chuva está abaixo do ideal. Há uma previsão de pancadas rápidas e isoladas para os próximos dias, o que não deve resolver o problema.

Fonte: REPÓRTER SERGINHO PRIMAM





SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR




VEJA TAMBÉM