Rádio Rural AM 840

NOTÍCIAS


Geral

​ Alunos do SESI/SENAI de Concórdia ficam em 1º lugar em Torneio de Robótica

Equipe vai disputar torneio em fase nacional em março.

Por Luan de Bortoli
11/02/2020 às 12h09 | Atualizada em 11/02/2020 - 08h28


Mais uma conquista para o time AgroRobots, que representou o SESI/SENAI Regional de Concórdia na Fase Regional do Torneio de Robótica da First Lego League (FLL). As equipes de Concórdia, Timbó, Criciúma, Blumenau, Brusque e Rio do Sul conquistaram vaga na etapa nacional da competição. Os classificados foram conhecidos no sábado (8), no encerramento da fase regional da competição, realizada no SESI em Jaraguá do Sul, que reuniu 200 estudantes de todas as regiões do estado.

A Agrorobots, de Concórdia, conquistou o primeiro lugar, seguida da equipe Os Aliemons (Timbó) e da Carvoeiros Robots (Criciúma). Além das três, as equipes Techmaker (Blumenau), Tecnorob Evolution (Brusque) e Little Builders (Rio do Sul) também garantiram vaga na etapa nacional. ​

A gerente executiva do SESI/SENAI, Silvana Meneghini, comemora a conquista. “O time Agrorobots é um orgulho para a nossa região. Acompanhamos o dia a dia desses alunos e sabemos o quanto eles se dedicam às atividades. São adolescentes que têm sonhos, que buscam o conhecimento permanentemente e que se preparam com muito empenho para as competições. É mais uma conquista que premia um trabalho sério e comprometido e que demonstra a importância da robótica e o quanto essa modalidade de ensino inspira e desafia nossos alunos”, assinala.​

O vice-presidente da FIESC para o Alto Uruguai Catarinense, Álvaro Luis de Mendonça, enaltece o trabalho desenvolvido pelo time Agrorobots. “Observarmos que é um trabalho coletivo. Alunos, professores e pais estão alinhados neste projeto. Os professores e alunos trabalham com muito afinco para que os melhores resultados sejam atingidos. Neste contexto, os pais também têm uma importante colaboração, apoiando seus filhos e entendendo a dimensão do ensino da robótica”, pontua.​

A competição​

Os estudantes são avaliados em quatro categorias. Uma delas é o Desafio do Robô, quando os estudantes colocam os robôs de Lego para cumprir determinadas missões. Para isso, o robô pode capturar, transportar, ativar ou entregar objetos na mesa de competição.​

Os robôs, projetados e construídos pelos próprios alunos, também são avaliados na categoria Design do Robô. Os times podem utilizar sensores de movimento, cor, controladores e motores. Os juízes levam tudo isso em consideração, além da estratégia e programação.​

Outra avaliação importante é o Projeto de Inovação. É quando os estudantes apresentam uma solução inovadora sobre o desafio da temporada. O projeto é apresentado para os outros competidores e o público visitante nos torneios de robótica, e será avaliado pelos juízes. Por fim, na categoria Core Values os estudantes precisam mostrar que sabem trabalhar em equipe, com inclusão, diversão e inovação.​

A disputa nacional será realizada em São Paulo, de 6 a 8 de março, e reunirá 100 equipes de todo o país. Em Santa Catarina, 36 equipes de escolas públicas, privadas e da rede SESI SENAI participaram do torneio, representando 23 municípios. A realização do evento contou com o apoio de 100 voluntários, entre eles, colaboradores da Weg e 50 juízes. Cerca de 1,5 mil pessoas passaram pelo evento.

Fonte: PG Comunicação





SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR




VEJA TAMBÉM