Rádio Rural AM 840

NOTÍCIAS


Geral

Tecnoeste 2020 tem mais de 32 mil visitantes nos três dias de evento

Número de negócios fechados ainda não foi divulgado.

Por Luan de Bortoli
21/02/2020 às 08h10 | Atualizada em 21/02/2020 - 20h59


O Tecnoeste 2020, que iniciou na última terça-feira, dia 18, e encerrou nesta quinta-feira, dia 20, alcançou um número recorde de público: 32 mil pessoas. Foram oito mil visitantes no primeiro dia, 14,5 mil na quarta-feira e 9,5 mil no último dia de evento. As informações são da comissão organizadores do evento.

Na manhã desta sexta-feira, dia 21, o presidente da Copérdia e coordenador geral do Tecnoeste, Vanduir Martini, concedeu entrevista à emissora, onde fez uma avaliação sobre a 15ª edição. Ele se mostrou bastante satisfeito sobre os resultados, mas disse que agora é o momento também de analisar o que é preciso melhorar.

"Semana que vem vamos pensar no próximo já e fazer as análises dessa edição. E a partir daí a gente começa a olhar aquilo que a gente poderia ter feito melhor. E é nesse sentido que a gente conseguiu fazer da 15ª edição a melhor delas. Porque você tem semper algo para fazer diferente. E tenho certeza absoluta que todas as pessoas envolvidas tem muita criatividade, você consegue ir evoluindo. Claro que às vezes você tem alguma limitação financeira ou de espaço".

"A gente tem muita coisa para melhorar. Por exemplo, temos a questão que nos preocupa da mobilidade. a gente que ficou caminhando na brita, a gente melhorou com a sombra, a cobertura ficou muito boa. Mas a gente sabe que a mobilidade interna do Parque é difícil. É um problema sério que a gente precisa buscar solução, mas a gente precisa pensar e procurar. Mas a gente tem muito espaço para crescer lá no Parque".

A comissão organizadora ainda não apurou os resultados de negócios fechados. Estes números deverão ser fechados na semana que vem. O Tecnoeste é promovido pela Copérdia e pelo Instituto Federal Catarinense (IFC) campus Concórdia. Foram mais de 300 expositores durante os três dias de evento, além de seminários e orientações aos produtores.





SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR




VEJA TAMBÉM