Rádio Rural AM 840

NOTÍCIAS


Política

​Saretta critica cortes na saúde e volta a falar da necessidade de mais recursos

Conforme o parlamentar, São R$ 20 bilhões a menos aplicados na saúde.

Por Ederson Vilas Boas
28/02/2020 às 11h01


O presidente da Comissão de Saúde, deputado Neodi Saretta, voltou a falar da necessidade de um aumento de recursos para a área da saúde. Segundo ele, isso é essencial para diminuir as filas de espera por procedimentos, já que elas têm ficado mais longas e com espera por atendimento ainda maior.

O parlamentar criticou a PEC 95, que limita por 20 anos os gastos públicos, em vigor desde 2018, e citou que, em 2017, o Governo Federal investiu 15.77% do orçamento na área da saúde. Em 2019, o investimento em saúde caiu para 13.54%. "São R$ 20 bilhões a menos aplicados em saúde e, é claro, as filas para procedimentos aumentaram", disse o deputado.

Saretta relembrou ainda que, em Santa Catarina, o limite com os gastos na área da saúde havia aumentado de 12% para 15%. Porém, a proposta foi derrubada, em 2019, através de ação direta de inconstitucionalidade (ADIN) pelo Governador do Estado, voltando ao patamar anterior. "Se os governos não pensarem em rever os seus orçamentos e se a união não pensar, seriamente, em aumentar o orçamento na área da saúde, os nossos discursos serão cada vez maiores, no sentido de atender o clamor da população, pois as filas tenderão a aumentar".

Ainda em relação a Santa Catarina, Saretta disse que o Governador precisa ver com mais atenção as filas de espera que, inclusive, estão afetando os pacientes com câncer que aguardam por atendimento. "Esperamos que, de alguma forma ou de outra o governo possa encontrar uma solução para aliviar a angústia dos pacientes que estão na fila de espera em Santa Catarina".

O deputado Neodi Saretta, que é presidente da Comissão de Saúde, voltou a cobrar do governo uma solução para diminuir as filas por procedimentos. Ele destacou a necessidade de mais recursos na área da saúde. "Esperamos que, de alguma forma ou de outra o governo possa encontrar uma solução para aliviar a angústia dos pacientes que estão na fila de espera em Santa Catarina", disse Saretta.
 

Fonte: Susana Rigo





SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR




VEJA TAMBÉM