Rádio Rural AM 840

NOTÍCIAS


Saúde

Pandemia não deve afetar cronograma de ampliação do Hospital São Francisco

Unidade hospitalar, no entanto, não confirma data final das obras.

Por Luan de Bortoli
28/04/2020 às 06h27 | Atualizada em 29/04/2020 - 11h57


Em obras há quase dois anos, o Hospital São Francisco segue com o cronograma de ampliação praticamente inalterado, mesmo em meio à pandemia do coronavírus. Três novos blocos estão sendo construídos e abrigarão novos serviços, além de ampliar significativamente o número de leitos disponíveis. A obra toda, como está projetada, terá um custo estimado em R$ 50 milhões. 

Conforme informações da unidade hospitalar, a construção do primeiro bloco, que terá um total de doze andares, já está no décimo pavimento. Enquanto isso, o segundo bloco está na reta final. Chegou ao décimo e último andar, sendo a laje de cobertura. O terceiro bloco também está na fase de concretagem das sapatas. Este prédio abrigará o estacionamento para mais de 370 veículos.

O diretor geral do Hospital São Francisco, Claudemir Andrighi, explica que a obra poderá ter uma leve alteração de prazo final. “Até o momento nossa obra de expansão está dentro do prazo estipulado, porém com a pandemia do COVID-19, neste momento não podemos precisar se conseguiremos manter o prazo final, uma vez que tivemos uma parada na obra durante 15 dias, e agora a empresa construtora está com quadro de pessoal reduzido, obedecendo as normas para enfrentamento do coronavírus”, finaliza.



Um dos objetivos do Hospital era antecipar a mudança do novo Pronto-Socorro. Isso estava previsto para ocorrer até a reta final deste ano. No entanto, a direção já não consegue confirmar se a estrutura, que hoje está na rua Marechal Deodoro, vai para o novo bloco na Rua Getúlio Vargas ainda neste ano. A mudança, anteriormente, estava prevista apenas para 2021 e havia mudado para 2020.

A obra terá duas etapas. Nesta primeira fase, o investimento é de cerca de R$ 20 milhões. A previsão é que o trabalho todo, contemplando as duas etapas, dure até sete anos - ou seja, mais cinco anos. Ao fim da ampliação completa, o Hospital terá 51 mil metros², com 319 leitos, sendo 50 somente para tratamento intensivo. 

O novo Pronto-Socorro deverá ir para a torre de 12 andares, que vai abrigar também Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Adulto, hemodinâmica, hemodiálise, cozinha, lavandaria. Já na segunda estrutura, estarão ambulatórios, serviços de consultório e administrativos. De acordo com Andrighi, esta é uma das maiores obras em hospitais em Santa Catarina. 



A unidade possui mais de 150 médicos, e, desde a abertura do seu Ambulatório de Especialidades conta com mais de 40 profissionais, inclusive com especialidades novas na cidade como Coloproctologia, Cirurgia de Cabeça e Pescoço, Cirurgia do Aparelho Digestivo, Infectologia, além de novas equipes de Anestesia, Ortopedia, Cirurgiões Gerais e Psicólogas.

A unidade possui ainda um corpo de 700 colaboradores e 206 leitos de internação. Em uma atualização recente, os números apontam que o Hospital São Francisco contou, em 2019, com 14.586 internações, sendo realizado os seguintes números de exames e atendimentos.

Leitos de internação: 206

Internações ano: 14.586

Cirurgias ano (sem cesáreas): 9.815

Partos ano: 1.423

Atendimentos de urgência e emergência/ortopedia: 90.905

Paciente/dia por ano: 49.503

Exames Análises Clínicas: 640.413

Exames Patológicos e Citopatológicos: 26.538

Radiologia: 87.824

Eletrocardiograma: 2.051

Sessões de Fisioterapia (interno e externo): 91.472

Sessões Hemodiálise: 8.594

Hemoterapia (banco de sangue): 2.698

Endoscopia: 254

Ultrassom: 32.160

Tomografia Computadorizada: 11.246

Ressonância Magnética: 5.291

Mamografia: 6.249

Doppler: 4.310

Colonoscopia: 1.192

Densitometria Óssea: 2.249

Eletroneuromiografia: 570






SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR




VEJA TAMBÉM