Rádio Rural AM 840

NOTÍCIAS


Esportes

Federação propõe início da Série Ouro de Futsal em julho

Na sexta-feira, dia 29, a diretoria da ACF esteve reunida para deliberar sobre o atual cenário.

Por Ederson Vilas Boas
04/06/2020 às 06h51 | Atualizada em 05/06/2020 - 08h10


A Federação Catarinense de Futsal formulou uma proposta aos clubes para iniciar o Campeonato Estadual (Série Ouro) dia 8 de julho. A estreia da Associação Concordiense de Futsal (ACF) está prevista para o dia 18 de julho (fora de casa). O adversário ainda não foi definido. A equipe concordiense tem previsão de retorno aos treinos presenciais dia 6 de julho, mas tudo depende do cenário relacionado à Covid-19. De acordo com o Decreto do Governo do Estado de Santa Catarina, caberá aos municípios definirem pelo retorno ou não das atividades que ainda estão suspensas, portanto, a confirmação da liberação das atividades esportivas em Concórdia passa a ser uma prerrogativa da Administração Municipal, que fará constantes avaliações sobre a evolução do número de casos. 

De acordo com o supervisor da ACF, Artêmio Artifon, a equipe vem trabalhando de forma remota em preparação às competições do ano. "Enquanto os treinos presenciais não são liberados, os atletas estão trabalhando sob a coordenação do técnico, Clodimar Thome, e do preparador físico, Anderson Cecchin. Estamos aguardando a liberação dos treinos presenciais, sempre com muita cautela e responsabilidade. Sabemos que, acima de tudo, deve prevalecer a preservação da saúde de todos os envolvidos com a ACF", declara Artifon. "Neste momento, nossos profissionais estão trabalhando com os recursos que estão disponíveis, com muita determinação e criatividade", acrescenta.

Na sexta-feira, dia 29, a diretoria da ACF esteve reunida para deliberar sobre o atual cenário. Os dirigentes foram unânimes ao defenderem que o retorno às atividades (quando ocorrer) deverá levar em conta todos os cuidados necessários e seguir (rigorosamente) todos os protocolos preconizados pelos órgãos de saúde. "Esse cuidado com a saúde dos nossos profissionais para nós é o mais importante, por isso, apoiamos irrestritamente todas as recomendações que as autoridades têm nos repassado", finaliza Artêmio Artifon.

Fonte: PG Comunicação





SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR




VEJA TAMBÉM