Rádio Rural AM 840

NOTÍCIAS


Economia

Em assembleia virtual, Sicoob tem contas aprovadas

Anunciado o retorno para o cooperado.

Por Marcos Feijó
10/07/2020 às 13h47 | Atualizada em 10/07/2020 - 14h20

As Assembleias Gerais Ordinária e Extraordinária do Sicoob Crediauc, que a princípio estavam marcadas para ocorrer no dia 15 de abril, finalmente puderam ser realizadas. O ato, que pela primeira vez na história foi feito à distância, aconteceu na noite de quarta-feira, 09, na sede da Cooperativa em Concórdia/SC. A instituição é a primeira do sistema Sicoob no estado a se utilizar desta ferramenta tecnológica para tal finalidade. O surgimento do Novo Coronavirus e as consequentes medidas de segurança que restringiram o convívio social foi o que motivou a nova sistemática fazendo com que o cooperado, acostumado em outros anos a presenciar o ato assemblear, fosse submetido ao novo formato tendo que acompanhar a apresentação pela internet.

O Secretário do Conselho de Administração e coordenador da AGOE/2020, Igor Dal Bello, disse que a Cooperativa teve que inovar e promover ajustes importantes para poder viabilizar a sua prestação de contas. “Tivemos que nos reinventar, investir tempo e recursos para disponibilizar um meio em que o cooperado tivesse acesso aos dados, mesmo a distância, e se inteirasse da realidade financeira da Cooperativa da qual ele é parte preponderante”, comenta.
Dal Bello relata que foi preciso mobilizar várias equipes para dar suporte e apoio aos Delegados, especialmente na habilitação e acesso ao dispositivo remoto para proceder a votação. “A questão tecnológica que para muitos tornou-se um hábito rotineiro, para algumas pessoas ainda é um empecilho que dificulta o processo. Baixar o aplicativo Sicoob Moob e orientar sobre a sua funcionalidade foi uma das barreiras encontradas, mas, que foi superada a tempo, graças a dedicação e o empenho dos nossos colaboradores e a boa vontade dos Delegados. O fato é que no fim, tudo deu certo e a assembleia foi um sucesso”, finaliza.

O presidente da instituição, Paulo Renato Camillo, que foi o responsável por conduzir virtualmente a apresentação da assembleia homologatória mostrou-se muito satisfeito com a nova experiência, reiterando que o principal objetivo foi alcançado. “O mais importante é que, além de preservar a integridade física das pessoas envolvidas evitando aglomerações, conseguimos cumprir com a nossa obrigação estatutária de prestar contas ao cooperado e deixá-lo ao par de cada detalhe que compõe a nossa gestão em todas as áreas”, afirma.

Camillo comemorou o fato de ter as contas do período aprovadas pelos Delegados o que segundo ele, atesta a seriedade com que os trabalhos são conduzidos no dia-a-dia. “Temos plena confiança no grupo que nos ajuda a administrar os destinos do Sicoob Crediauc e isso foi corroborado ao fim da assembleia com a concordância da maioria dos Delegados em aprovar todos os itens da pauta, sem ressalvas”, argumenta. Ele ainda fez questão de enaltecer a devolução aos cooperados das sobras apuradas no exercício 2019 e aproveitou para agradecer a todos os que trabalham em prol da Cooperativa na busca de torná-la cada vez mais forte e sustentável. “Tivemos um resultado muito bom e isso é fruto da dedicação dos nossos diretores, conselheiros, delegados, colaboradores e, especialmente dos cooperados que utilizam a estrutura proporcionada pelo Sicoob Crediauc e são merecidamente recompensados por isso”, finaliza.

Quanto aos números referentes as sobras brutas do último exercício que foi um dos tópicos mais aguardados a entrar na pauta da Assembleia, do total de R$ 19 milhões apurados, R$ 2,9 milhões correspondem ao pagamento dos juros sobre o Capital, recursos estes depositados na conta dos cooperados ainda em 31 de dezembro de 2019. Dos cerca de R$ 16 milhões restantes, uma parte foi remetida as chamadas “destinações estatutárias”, obrigações legais previstas no estatuto da Cooperativa e que são assim divididas: 10% Fundo Reserva Legal (FRL), 10% Fundo de Assistência Técnica, Educacional e Social (FATS), 0,5% Fundo Social (FS) e 40% Fundo de Estabilidade Financeira (FEF).

O saldo, R$ 7,8 milhões (Sobras líquidas) retornará ao cooperado por meio de depósito em conta já no dia 30/07/2020. A distribuição será nos termos da proposta apresentada pelo Conselho de Administração na AGOE/2020 e aprovada pelos Delegados, cuja proporcionalidade ficou assim definida: 40% (Aplicações), 30% (Saldo Médio) e 30% (Juros Pagos). Ao todo, o cooperado do Sicoob Crediauc teve como retorno em sobras líquidas de suas movimentações no exercício de 2019, aproximadamente R$ 11 milhões (2,9 milhões juros do Capital + 7,8 Milhões integralizados a Cota Capital), recursos que poderão ser utilizados da forma que melhor lhe convier. Trata-se de vantagens que só uma Cooperativa pode oferecer comparando aos bancos tradicionais que possuem acionistas e visam lucro, diferentemente do segmento Cooperativista, onde o Cooperado é tratado como dono e não cliente.

A assembleia homologatória do Sicoob Crediauc durou cerca de duas horas e foi acompanhada em tempo real por mais de três mil pessoas, por meio do aplicativo Sicoob Moob. Muitos cooperados assistiram à apresentação pela plataforma digital do Youtube, uma vez que o intenso tráfego na rede acabou causando instabilidade no App. Dados repassados pela Confederação do Sicoob, logo após o evento, atestam recorde nacional em acessos simultâneos no aplicativo, uma conquista inédita que, certamente, ficará para a história da Cooperativa.

Fonte: Comunicação Sicoob





SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR




VEJA TAMBÉM