Rádio Rural AM 840

NOTÍCIAS


Justiça

Concórdia: ​Autor de tentativa de feminicídio poderá ser levado a júri popular

Decisão, proferida nesta segunda, ainda cabe recurso da defesa.

Por Ederson Vilas Boas
28/07/2020 às 10h51 | Atualizada em 28/07/2020 - 18h20


O autor da tentativa de feminicídio, ocorrida no centro de Concórdia, contra Ingra Ohana Vargas, poderá ir a júri popular. M.C, que está detido no Presídio Regional, aguardava a decisão, que foi proferida pelo Juiz de Direito, Ildo Fabris Júnior, na tarde desta segunda-feira (27). A defesa do autor ainda pode entrar com recurso contra a decisão.

O juiz Ildo Fabris Júnior recomendou a permanência do réu na prisão e se manifestou em seu despacho afirmando que "em se tratando de crime contra a vida, basta a existência de uma versão imputando ao acusado a autoria do fato para que o processo seja levado à julgamento pelo Tribunal do Júri"


O Crime

Ingra recebeu mais de 20 facadas na noite do dia 4 de fevereiro, na Rua do Comércio, centro de Concórdia. O fato aconteceu por volta das 22h30, quando a vítima saía de um restaurante, acompanhada por amigas e a filha e foi atingida pelo homem. O Corpo de Bombeiros Voluntários e Samu foram acionados para prestar atendimentos. Naquele momento, a mulher estava em situação considerada grave. Ingra Vargas deixou o hospital 15 dias após o crime ter ocorrido.

Após a tentativa, o autor, ex-marido da vítima, deixou o local em um automóvel Cruze, vermelho. A Polícia Militar fez rondas na mesma noite, mas não localizou o suspeito. M.C, se apresentou à polícia, dois dias depois, acompanhado por um advogado.

 





SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR




VEJA TAMBÉM