Rádio Rural AM 840

NOTÍCIAS


Geral

Gasolina, diesel e etanol apresentam alta na média final de julho em Concórdia

Aumento mensal da gasolina e do diesel foi de 36 centavos.

Por Luan de Bortoli
06/08/2020 às 06h18


Depois de um período de quedas, pelo segundo mês seguido o preço do combustível está subindo em Concórdia, conforme apontou o levantamento realizado pela reportagem da emissora com base nos dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). Gasolina e diesel foram os responsáveis pelas maiores altas.

A gasolina, por exemplo, fechou o mês de julho com média de R$ 4,19 no município, 36 centavos a mais do que o valor final de junho, e a maior media desde março deste ano. A ANP consultou os preços em 30 postos ao longo do mês, onde o preço variava de R$ 4,05 a R$ 4,26. Em Santa Catarina, a gasolina concordiense era a sexta mais cara no mês anterior.

O diesel teve a mesma alta mensal. Saiu de R$ 3,00 de média por litro em junho para R$ 3,36 em julho – maior valor desde março. Foram pesquisados os preços em 20 postos, sendo que o preço variava entre R$ 3,13 e R$ 3,49. No Estado, o diesel concordiense voltou a se tornar o mais caro entre os municípios consultados pela agência.

O etanol também teve reajuste na média final de julho, mas menor que os outros dois. Foi de sete centavos, saindo de R$ 3,68, em junho, para R$ 3,75. Essa é a maior média desde abril. A ANP pesquisou os preços em 25 postos. O produto era encontrado em R$ 3,60 e R$ 3,83. Em Santa Catarina, o etanol de Concórdia também era o mais caro em julho.

Para o mês de agosto, a novidade é a chamada nova gasolina. A mudança busca modernizar as especificações do combustível, e assim, melhorar o seu rendimento nos motores de veículos, aproximando-o ao de outros países mais desenvolvidos. Com isso, o preço deve, de imediato, sofrer uma alta de seis centavos por litro. Mas a promessa é que ela vai render mais que o produto utilizado até então.





SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR




VEJA TAMBÉM