Rádio Rural AM 840

NOTÍCIAS


Saúde

​Grupo de Concórdia que realiza atendimento a pessoas com Alzheimer faz programação no final de semana

Entidade quer alertar população quanto aos cuidados com pacientes com demência.

12/09/2020 às 06h30 | Atualizada em 12/09/2020 - 19h06

O grupo GAMA de Concórdia, que apoia as pessoas com o diagnóstico de Mal de Alzheimer ou de outras demências realizará uma programação especial neste final de semana. Conforme a coordenadora, Maristela Stamm, a ideia é estar em estabelecimentos comerciais neste sábado fazendo a divulgação do trabalho que o grupo realiza no município, além de explicar para os concordienses quais os cuidados para com estes pacientes.

Já no domingo, o grupo GAMA realizará uma carreata nas principais ruas da cidade, também como forma de divulgação da doença, já que o período não permite concentração de pessoas no centro de Concórdia.

Setembro é considerado como o mês Mundial da Doença de Alzheimer. Em todo o Planeta, existem mais de 50 milhões de pessoas vivendo com demência. Conforme os dados atuais, uma pessoa desenvolve demência a cada 3 segundos no mundo inteiro e que o número de pessoas vivendo com a doença triplique, passando para 152 milhões em 2050.

As causas da doença de Alzheimer, forma mais frequente das demências, ainda não são totalmente conhecidas, mas os estudos científicos mostram que vários fatores estão ligados à doença, incluindo fatores genéticos, idade e, principalmente, o estilo de vida. Cada vez mais as pesquisas vêm mostrando que vários fatores de risco podem ser modificados para diminuir de forma significativa o risco de desenvolver demência ao longo da vida. Isso sugere que mudanças relativamente simples no estilo de vida, com a inclusão de hábitos saudáveis, podem ter um impacto significativo na redução do número de casos de Alzheimer e outras demências no decorrer do tempo.


Panorama Mundial da Doença de Alzheimer

Em 1906, Alois Alzheimer apresentou o caso que iria dar início a uma das grandes áreas de pesquisa na medicina. Com certeza, não imaginava que a Doença de Alzheimer, seria na atualidade um dos maiores desafios da saúde pública.

A Associação Internacional de Alzheimer (ADI), fundada em 1984, foi criada para aumentar a conscientização sobre a doença de Alzheimer e lutar pela defesa dos direitos da pessoa com demência; contando hoje com mais de 100 países membros.

A ABRAz, ao longo dos seus 29 anos de existência e em acordo com os princípios da ADI, vem promovendo campanhas com o objetivo de despertar uma maior conscientização sobre as demências e promover a redução do estigma em todas as regiões do Brasil. Isso inclui relatórios anuais sobre a doença de Alzheimer e campanhas, como a atual – Vamos conversar sobre demência, buscando sensibilizar a população e instigar o governo em todas as instâncias a assumirem a responsabilidade de prover cuidado e apoio a todos os afetados por essa doença, ou seja, a pessoa com demência, familiares, cuidadores e profissionais de saúde.

No Relatório Mundial de Alzheimer 2020, a ADI apresenta dados impactantes como a ocorrência de um novo caso de demência a cada 3 segundos, mais de 50 milhões de pessoas vivendo com demência e uma estimativa de um total de 82 milhões em 2030 e 152 milhões em 2050; além de um ônus econômico global da demência na ordem de US $ 1 trilhão em 2020.





SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR




VEJA TAMBÉM