Rádio Rural AM 840

NOTÍCIAS


Coronavírus

Com manutenção de risco grave para o Alto Uruguai, saiba o que pode e o que não pode

Região espera mudança de classificação para a próxima semana.

Por Luan de Bortoli
17/10/2020 às 06h20 | Atualizada em 17/10/2020 - 18h54


Nesta semana, a atualização do mapa de risco para contaminação do novo coronavírus apontou que a região do Alto Uruguai Catarinense, que engloba Concórdia, continua na classificação grave, a segunda pior do documento, que foi divulgado pelo Governo de Santa Catarina. Com isso, alguns atendimentos seguem restritos na região.

O chamado risco potencial grave para coronavírus também é considerado crítico, mas com um grau a menos que o gravíssimo. Nesse caso, as restrições são rigorosas, mas um pouco mais flexíveis. Uma das principais atividades afetadas é o ensino, que em regiões de classificação alta ou moderada têm autorização de voltar, mas por aqui, não. 
Confira abaixo o que pode e o que não pode até a próxima semana, quando um novo mapa será divulgado.

Está proibido

- Acesso de público a competições esportivas públicas ou privadas.

- Aulas presenciais em todas as redes e para todos os níveis, com exceção do superior.

- Cinemas, teatros, casas noturnas, museus e qualquer evento que resulte em reunião de público.

- Conferências públicas ou privadas que acarretem aglomeração de pessoas.

- Casas de shows, boates e pubs, festas particulares com aglomeração.

- Concentração e permanência de pessoas em parques, praias e praças.

- Conferências públicas ou privadas que acarretem aglomeração de pessoas.

- Atividades em estabelecimentos que não estejam atendendo às normas sanitárias de prevenção ao coronavírus. 

Está liberado

- Aulas presenciais de reforço, desde que individuais.

- Missas e cultos religiosos, com 50% da lotação máxima.

- Academias com 50% da capacidade total.

- Prática de esportes individuais em praias, praças e parques. 

- Restaurantes e lancherias desde que respeitado as regras sanitárias.

- Funcionamento dos serviços públicos municipais, estaduais e federais de forma presencial, respeitado o limite de 30% do total de agentes públicos em exercício.

Grau alto

Para efeito de comparação, veja na sequência o que é liberado no grau de risco alto, posição que a região almeja há quase um mês e que ainda pode vir no próximo mapa, a ser divulgado na próxima quinta-feira:

- Aulas presenciais em todos os níveis, com exceção da educação infantil, e em todas as esferas - pública e privado - desde que observadas todas as regras.

- Missas e cultos religiosos, com 70% da lotação máxima. 

- Cinemas, teatros e bibliotecas com 50% da capacidade de lotação.

- Museus, com 1/4 da ocupação. 

- Prova de roupas em lojas, com uma série de cuidados.

- Concursos.

- Eventos sociais particulares, como casamentos, batizados, formaturas e aniversários, com 40% da taxa de ocupação.

- Congressos, eventos seminários, palestras com 40% da capacidade.

- Permanência em praças, parques e praias, desde que seguindo as orientações de uso obrigatório de máscara e respeito ao distanciamento entre pessoas.

- Visitas em em presídios.

- Funcionamento dos serviços públicos municipais, estaduais e federais de forma presencial, respeitado o limite de 50% do total de agentes públicos em exercício. 

- Restaurantes e lancherias desde que respeitado regras sanitárias.

- Academias com 70% do limite.

- Parques aquáticos e complexos de águas termais com capacidade de 50%.





SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR




VEJA TAMBÉM