Rádio Rural AM 840

NOTÍCIAS


Polícia

Mulher perde mais de R$ 60 mil em golpe do bilhete em Concórdia

Homem abordou a vítima no centro de Concórdia nesta segunda.

Por Serginho Priman
08/02/2021 às 17h50 | Atualizada em 09/02/2021 - 11h26


O estelionato foi registrado na Central de Polícia em Concórdia e estava sendo investigado pela DIC - Divisão de Investigação Criminal. Segundo o boletim de ocorrência, o golpe do bilhete premiado aconteceu na manhã desta segunda-feira, 08. A vítima explicou para os policiais que foi abordada por um homem no centro da cidade.

De acordo com o relato dela, o golpista contou que era morador da cidade de Seara e que havia ganhado na loteria e que estava com um bilhete premiado, porém precisaria de ajuda para retirar o dinheiro.

Como sempre acontece, neste momento apareceu uma outra pessoa que se ofereceu para ajudar. Segundo a vítima seria um homem bem vestido e de boa aparência. O dono do bilhete então ofereceu uma parte do prêmio pela ajuda. O segundo homem então, ofereceu dólares como garantia e convenceu a mulher a também dar dinheiro.

Ela então deu no primeiro momento 14 mil reais e na sequência foi até o banco, onde conseguiu sacar R$ 48 mil. Os golpista deixaram a mulher na casa dela, e informaram que à tarde iriam buscá-la para juntos pegarem o prêmio. Na tarde, a vítima percebeu que havia caído em um golpe. A Policia Civil está investigando o caso.





03 COMENTÁRIOS - Deixe também o seu Comentário



Dilvo Von Dentz comentou em 08/02/2021 as 19:50:30
Só não consigo entender como que conseguem sacar tanto dinheiro em poucas horas , nós pra conseguir sacar ou trocar um cheque acima de cinco mil temos que fazer provisão de saque. As vezes 48 horas.



Dilvo Von Dentz comentou em 09/02/2021 as 07:44:22
Fico pensando como isso pode acontecer , um trabalhador " comum " pra sacar mais de cinco / 10 mil Reais precisa fazer provisão de saque de 48 hs e se fôr pedir transferência precisa explicar a origem e o destino do dinheiro. E como conseguem "pescar" uma Senhora na rua sabendo que a mesma tem dinheiro.



Rodrigo Stain comentou em 10/02/2021 as 10:02:36
Concordo com o pensamento do Sr. Dilvo, sempre fiquei pensando como que conseguem liberar tanto dinheiro assim, que história a pessoa conta la dentro do banco pra que o valor seja liberado em espécie ou transferido entre contas... tudo muito estranho estas situações. Já tive situações que para fechar um negócio tinha que dar um sinal e o valor era metade do que a senhora perdeu no golpe do bilhete, não consegui no mesmo dia, tive que esperar para o outro dia na parte da tarde.




VEJA TAMBÉM