Rádio Rural AM 840

NOTÍCIAS


Coronavírus

Cidades da Amauc definem medidas restritivas para conter avanço da covid 19

Em reunião realizada na última sexta-feira(26), decisão foi de parada das atividades não essenciais.

Por Rafael Martini
28/02/2021 às 06h20 | Atualizada em 28/02/2021 - 07h01


Em meio ao momento mais crítico da pandemia de covid-19 desde seu início, há um ano, governos estaduais têm decretado medidas para aumentar o isolamento social restringir a aglomeração de pessoas. Os municípios da região da Amauc definiram medidas restritivas para conter o avanço do novo coronavírus.

No município de Ipumirm, atualmente com 35 casos ativos da doença, o prefeito municipal, Hilário Reffatti, participou de várias reiniões na última sexta-feira (25), para definir algumas ações para intensificar o combate e o controle do covid-19. No final da tarde de sexta-feira, foi publicado o decreto municipal definindo algumas medidas restritivas. "Foi publicado o decreto praticamente idêntico em todos os municípios da AMAUC, com o objetivo de diminuir o número de casos na região e minimizar o colapso da saúde. O decreto tem o objetivo de evitar o contágio e salvar vidas.", declarou Reffatti. O decreto tem validade até na próxima quarta-feira (03), às 06h.

Ainda, em relação ao covid-19, o prefeito Reffati disse que, através através da secretaria municipal de saúde, o município quer instalar uma tenda na frente do hospital municipal" O objetivo desta tenda é, fazer o monitoramento dos pacientes em local isolado da unidade básica de saúde, para assim, evitar o contato com enfermos da unidade", finalizou Hilário.

Seguindo às mesmas recomendações dos demais municípios da região da AMAUC, em Irani, o prefeito municipal, Vanderlei Canci, de acordo com decreto nº 047, de 26 de feveiro de 2021, estabelece novas medidas e restirções, ao menos até a proxima quarta-feira (03), até às 06h.

"No intuito de tornar mais claro o entendimento em relação ao Decreto 2.573, publicado hoje, formulamos um resumo de algumas das atividades que estão liberadas e outras que estao proibidas.
Pedimos a colaboração e a compreensão de todos.", diz a nota.

Em Seara, o prefeito Kiko Canalle, também emitiu um decreto com medidas restritivas, decretando o lockdown parcial no município. Até o dia 7 de março poderão funcionar apenas atividades essenciais. Também está previsto um toque de recolher das 21h até às 6h.

Em reunião da Amauc, Canalle disse que o município de Seara pretende dar apoio ao Hospital São Francisco, em Concórdia, buscando ceder profissionais da área da saúde para dar auxilio nos atendimentos no período da pandemia. Canalle disse que na próxima terça-feira(02), haverá uma reunião para decidir se o lockdown será prorrogado ou não. A tomada de decisão será de acordo de como estará a situação do coronavírus na região até a proxíma terça(02).




 

Visualize o arquivo de texto:







SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR




VEJA TAMBÉM