Rádio Rural AM 840

NOTÍCIAS


Concórdia

Movimento abaixo do normal no centro de Concórdia na noite deste sábado

Nas redes sociais, relatos que a população não respeitou as medidas.

Por Luan de Bortoli
27/02/2021 às 20h28 | Atualizada em 28/02/2021 - 07h08


Com um decreto de lockdown parcial, que proíbe atividades consideradas não essenciais, Concórdia viu o movimento na região central diminuir na noite deste sábado, dia 27. No entanto, ainda assim, era possível ver certa movimentação de veículos e até alguns pedestres em pontos específicos.

A reportagem da emissora circulou pelas principais vias centrais por volta das 19h45 e percebeu que a maior parte da população respeitou a determinação da administração municipal. 

Na rua Dr. Maruri, uma das principais, em quase todo o trecho entre a Rodoviária até a Praça Dogello Goss, havia um movimento mais intenso de veículos, inclusive estacionados. Já nos trechos seguintes, a partir da loja Schumann até próximo à BRF, mesmo que longe do ideal, o tráfego era menor do que costuma ser.

Já quanto a pedestres, era possível ver algumas pessoas fazendo caminhadas. No Calçadão, porém, o fluxo era quase inexistente. Já na região da Rua Coberta e Praça havia um pouco mais de pessoas, inclusive acompanhadas. A maioria utilizava máscaras, mas ainda era possível observar alguns pedestres sem o item de proteção.

Já nas redes sociais, ouvintes e internautas relataram que a população não respeitou as medidas. Nos comentários, muitas pessoas relataram que havia uma série de reuniões e festas em residências de vários bairros de Concórdia ou até no interior do município. Pelos relatos, parte da população aproveitou para se reunir, contrariando as determinações do poder público. 

O decreto de lockdown parcial entrou em vigor na início da noite de sexta-feira, dia 27, às 18 horas, e vai até as 06 horas da quarta-feira, dia 03. Neste período, somente atividades essenciais, conforme decreto, podem funcionar. Restaurantes, por exemplo, atuam com delivery. 

Estabelecimentos e pessoas aglomeradas que descumprirem a ordem serão autuados. A fiscalização com apoio da Polícia Militar foi intensificada. Equipes da PM têm circulado por boa parte da cidade nas últimas horas verificando denúncias. Nas primeiras horas de decreto em vigor, vários estabelecimentos foram visitados e orientados.






SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR




VEJA TAMBÉM