Rádio Rural AM 840

NOTÍCIAS


Saúde

Concórdia tem mais três casos confirmados de dengue e outro suspeito

O município terminou fevereiro com mais de 800 focos do mosquito.

Por Luan de Bortoli
02/03/2021 às 06h36 | Atualizada em 02/03/2021 - 07h39


Ao mesmo tempo que lida com o avanço da covid-19, o município de Concórdia também enfrenta um avanço em relação às doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti (dengue, chikungunya e zika). Em dois meses de 2021, o município chegou a 806 focos do inseto, e teve mais três casos confirmados de pessoas com dengue.

Conforme as informações da Vigilância Epidemiológica de Concórdia, nos últimos dias, os casos suspeitos da doença, que estavam sendo investigados pelo Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen), em Florianópolis, foram confirmados. Os três infectados são do bairro Nazaré, com contágio autóctone, ou seja, dentro de Concórdia.

Agora, no total, o município já tem cinco casos de dengue em dois meses. Este número é maior do que o mesmo período do ano passado, o que indica um agravamento da doença em Concórdia. O número de casos confirmados até agora é o mesmo de todo o ano passado, conforme levantamento feito pela reportagem. Há, ainda, um caso suspeito da doença em investigação.

A preocupação se estende ainda pelo número de focos. Concórdia fechou janeiro com 446 vetores, enquanto que em fevereiro, mesmo sendo um mês seco, com 360, totalizando os 806 focos, conforme a Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Dive) de Santa Catarina.

No ano passado, essa quantidade apenas havia sido alcançado quase sete meses depois, na reta final de setembro. Nessa mesma época do ano passado, o município tinha 445 focos, quase metade do localizado em 2021. Além disso, Concórdia é a terceira cidade de Santa Catarina com mais focos, atrás apenas de Joinville e Florianópolis.





SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR




VEJA TAMBÉM