Rádio Rural

OPINIÃO

LUAN DE BORTOLI




Ei, você aí, já agradeceu às vacinas hoje?

Nova onda avassaladora da covid atinge o mundo, mas mortes se mantém em baixa devido aos imunizantes.
Adicionado em 07/01/2022 às 11:08:47

Quando tudo parecia estar melhor… quando a guerra parecia estar quase vencida, eis que volta tudo de novo. E não foi por falta de aviso. Os alertas sempre estiveram aí, sendo recebidos com muitas críticas. O resultado, a gente vê, é aquele já estimado pela comunidade científica. Pelo menos, temos um alento. A vacina está evitando o pior cenário possível.

Há mais de um mês, o mundo vê o número de contaminados pela covid aumentar de forma assustadora. A Ômicron é responsável pela nova e avassaladora onda pandêmica. No Brasil, os casos começam a aumentar neste início de ano, fruto da nova variante, de relaxamento nas medidas de proteção e ainda das festas de fim de ano e férias de verão.

Tudo isso só poderia resultar, como os médicos e cientistas já antecipavam, no pior cenário possível. Diz aí, você conhece alguém que tenha sido positivado nos últimos dias? Eu, sim. Quase duas mãos cheias. Precisamos nos preocupar, aumentar nossos cuidados e ainda exigir do poder público medidas que reforcem os cuidados para evitar algo ainda pior.

Porém, tão rechaçada por parcela negacionista da população, principalmente de onde deveria vir o exemplo, a vacina está tendo um papel primordial, que representa um divisor de águas, nesta nova onda da covid. Não fosse ela, o número de hospitalização e mortes estaria subindo tão rápido quando o número dos casos. 

Mas, como temos visto em todo o mundo (e no Brasil), as três curvas não estão se acompanhando. Enquanto os casos aumentam rapidamente, poucos têm necessidade de internação, e menos ainda estão morrendo. Isso é efeito da vacina. Unicamente dela. Que cumpre com aquela finalidade que sempre foi  informada: evitar agravamento de quem se contamina.

Discursos vazios que minimizam o funcionamento dos imunizantes são isso aí mesmo, vazios. Não se justificam. A eficácia da vacina está confirmada em cada leito vazio, em cada paciente que se recupera. É mais do que chegada a hora de agradecer aos médicos e cientistas pois sempre estiveram certos. E às vacinas, nossa eterna gratidão.

Afinal, já pensou se estivéssemos vivendo essa nova onda sem os imunizantes? Sinceramente, prefiro nem imaginar o que poderia estar acontecendo.  





SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR




VEJA TAMBÉM

20

Mai
Luan de Bortoli

Falta entendimento e sobra ignorância

Não quero ser repetitivo, e o assunto da coluna de hoje até seria outro bem diferente. Mas, eventualidades do jornalismo fazem isso. E diante da assustadora informação repassada pela secretária de saúde de Concórdia nesta semana, não há como ser...

Leia mais

13

Mai
Luan de Bortoli

Sem monotonia e mais conectado

//// Nesta semana, o governo do Estado anunciou o repasse de mais uma remessa de novos computadores para várias escolas de Santa Catarina, entre elas, algumas de Concórdia. Os equipamentos vão compor os laboratórios de informática das instituições de...

Leia mais

06

Mai
Luan de Bortoli

Falta humanidade e sobra desprezo

O tema da coluna de hoje talvez se torne polêmico pela visão diferente de um fato que é apenas isso, um fato: o racismo. De um lado, vai haver quem diga que o Brasil não é um país racista e de outro, quem entende que a problemática é real. O que...

Leia mais

29

Abr
Luan de Bortoli

O ano da mentira

A coluna de hoje é, acima de tudo, um alerta para a estarmos cada vez mais atentos ao que consumimos e compartilhamos. 2022 tem tudo para ser o ano da mentira. Pelo menos, no âmbito das notícias falsas. As já conhecidas fake news, que são informações...

Leia mais

22

Abr
Luan de Bortoli

Deixar pra depois pode ser tarde demais

O que está acontecendo com a vacinação contra a covid-19 em Concórdia? Levantamentos recentes feitos pela reportagem da emissora mostra quem está caindo a procura pela imunização contra o coronavírus. Os números estão caindo semanalmente e apontam...

Leia mais