Rádio Rural

OPINIÃO

SIMONE VIEIRA



Jornalista
Formada em Comunicação Social - Radialismo (Unoesc/Joaçaba). Formada em Jornalismo (UnC/Concórdia). Pós-Graduada em Análise, Escritura e Reescritura Textual (URI/Erechim). Pós-graduada em Marketing e Vendas pela FACC. Formada em Direito pela FACC.




Tudo recai sobre a mulher

Ouvinte relata sua experiência sobre fase difícil da amamentação
Adicionado em 04/08/2021 às 10:11:09

Não estou no meu lugar de fala quando o assunto é maternidade, ponto. Porém, algumas injustiças me incomodam e esse é o espaço que temos para debatermos algumas questões. Ontem, em nosso programa Conexão 96, foi levantado o tema sobre o Agosto Dourado, sobre a importância, o incentivo a amamentação. Nos relatos das nossas ouvintes é possível sentir como esse assunto é desconfortável.

As pessoas possuem corpos, mentes, espíritos diferentes, vivem em épocas diferentes, não existe um comportamento padrão que todas devem se encaixar. E é preciso respeitar isso. A maternidade, na minha opinião, na opinião de quem não tem filhos, é uma escolha, num comparativo,  um investimento de longo prazo que exige recurso emocional, físico e financeiro.

O assunto era amamentação e descambou para outros bem espinhosos como: ter de abandonar a carreira na pandemia porque não tinha com quem deixar os filhos, não ter leite ou desejo de amamentar, não ter com quem contar, cidadão que só paga pensão e acha que pode ser chamado de pai, a cobrança pelo corpo perfeito pós-gestação, dentre outros.

Dentre os relatos, vou publicar na íntegra com a devida autorização, o da ouvinte Eduarda, acompanhe: 

Eduarda Liziê Beckmann Voss Sohne, mãe do bebê Pedro Otto Sohne, esposa do Franklin Sohne e moradora de Concórdia. 

“Quando eu descobri a gravidez, logo de cara, nunca tive medo do parto. Meu único medo era a amamentação - porque vivemos em uma sociedade pró desmame e "viva a indústria"! 



Mas muitas mães sonham com a amamentação, como foi o meu caso! Sempre quis amamentar e o dia do bebê nascer chegou e com ele, a pergunta que não quer calar: e agora? O que fazer? Como fazer? 

Na maternidade ninguém vem te ensinar a amamentar não, essa é uma dura realidade! A gente romantiza demais esse momento, ele é delicioso demais, mas ao mesmo tempo é muito difícil! Bem, na maternidade mesmo já tive o colostro, meu bebê mamava, mas dormia bem mais! 

Em casa, aquele turbilhão de sentimentos que o puerpério traz... O leite não descia, meu bebê só chorava. Dor e cansaço tomavam conta do dia. Além disso, meu bico do seio era plano, achava que era por isso que ele não mamava direito - além do leite não ter descido. Achei que a solução seria o bico de silicone, marido foi comprar e pronto, bebê mamando! Achei que estava resolvido, afinal, ele tava mamando! 

Mas diante dos estudos diários e dos grupos de amamentação que entrei, entendi que esse bico seria a perdição! Mulher: bicos artificiais são os principais causadores de desmame precoce! 



Por isso, mamadeiras, bicos e chupetas devem ser evitados! Bem, usando o bico de silicone meu bebê ganhou pouco peso, pois a sucção foi afetada pelo bico de silicone, aí a solução foi a fórmula. Mas ele não aceitava (e nem eu). Ao mesmo tempo, o bico de silicone começou a machucar e eu tentei tirar, sem sucesso - ele não aceitava mais o peito sem ele. Coloquei de volta. 

Mas, desistir de ser nutriz nunca foi uma opção pra mim! Com 3 meses contratei uma consultora de amamentação, e no mesmo dia consegui remover o bico de silicone, tirei a chupeta e aí foi só sucesso. Ou seja: não desista, mãe! É difícil? É! Não é fácil, dói, e é difícil achar gente pra te apoiar sem te criticar! Lembre sempre: Não existe leite fraco!

Todo tipo de bico de seio pode e consegue amamentar! Bicos artificiais são prejudiciais, sim! Amamentação não serve só para fome: amamentar é acalento, é amor, é carinho, é segurança, é aconchego! Depois dos 6 meses o leite não vira água! A OMS recomenda aleitamento materno por no mínimo 2 anos ou mais! Amamentar é uma entrega de corpo, alma e coração! 



Jamais julgue uma mãe que amamenta, não olhe torto, não critique! Apoie, incentive, amamentar é ouro em forma de líquido,  é o melhor e mais rico alimento para um bebê! Hoje, com 1 ano e 4 meses, seguimos no tete, até quando ele quiser! Seja forte, se instrua, estude, busque ajuda e não desista! Tudo valerá a pena!

Aqui, o papai Franklin foi o meu braço direito e esquerdo, foi minha total rede de apoio, que sempre me ajudou e apoiou minhas escolhas! Bebês não são somente números, pois muitos médicos avaliam que se o bebê que mama leite materno exclusivo e não ganha X gramas/dia, é pq a mãe tem leite fraco. Mas não é só isso! 
A avaliação como um todo é fundamental, por isso insistir na amamentação e buscar o máximo de informação é muito importante, exemplo: avaliar o freio lingual do bebê, a pega, o formato da cabeça, tudo isso influencia!  Além de, claro, ter uma avaliação e acompanhamento médico adequado. 

E se a mãe não conseguir amamentar, tá tudo bem! Não precisa se culpar por isso, ou se sentir menos mãe! Quando a indicação da fórmula foi feita pro meu filho, eu sentia que o meu mundo ia desabar, que eu não era o suficiente, que eu não era boa e necessária pra ele, mas nós somos! Somos mães e somos o melhor que podemos ser por e para nossos filhos”.






SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR




VEJA TAMBÉM

22

Set
Simone Vieira

Mais de 100 projetos para regularizar obras em Concórdia

Recentemente publicamos uma matéria em nosso portal sobre uma Lei que permite a regularização de algumas obras irregulares ou clandestinas. Nos últimos dias cresceu consideravelmente o número de processos junto a Secretaria Municipal de Gestão...

Leia mais

15

Set
Simone Vieira

Doação de Cabelos

Um dos efeitos colaterais do tratamento contra o câncer é a perda dos cabelos. Para nós mulheres, o cabelo está muito ligado a vaidade. Sempre gostei muito de ter os cabelos bem compridos e não gosto nem de imaginar como seria se tivesse que...

Leia mais

08

Set
Simone Vieira

Até 10 multas por dia

A partir da Lei n. 13.281/16, quem parar nas vagas reservadas às pessoas com deficiência ou idosos, SEM CREDENCIAL (que comprove tal condição) ficará sujeito à multa de R$ 293,47, sete pontos na CNH e guincho.  Em Concórdia, são 34 vagas para...

Leia mais

01

Set
Simone Vieira

Golpe do Falso Empréstimo

A Polícia Civil de Santa Catarina lançou um alerta sobre os principais golpes aplicados em nosso território. Um dos que mais chamam atenção é o chamado Falso Empréstimo.  Os Criminosos fazem anúncios em redes sociais se passando por...

Leia mais

25

Ago
Simone Vieira

Direitos do Consumidor

Você sabe o que é um contrato de adesão? É aquele onde a empresa só envia ou entrega o contrato já pronto, apenas para você assinar, sem a possibilidade sequer de contestar qualquer cláusula. Já aconteceu com você? Porém, conforme nos repassou a...

Leia mais