Rádio Rural AM 840

NOTÍCIAS


Expo Concórdia

Expo 2019: quase 100% dos espaços vendidos e confirmação de shows grátis com Anitta, Skank, Fernando e Sorocaba

Várias novidades foram anunciadas nesta sexta-feira no lançamento da feira, que terá shows de Gaúcho da Fronteira, Nenhum de Nós e muito mais.

Por Luan de Bortoli
12/04/2019 às 22h26 | Atualizada em 25/06/2019 - 14h27

A administração municipal de Concórdia divulgou as primeiras novidades da Expo Concórdia 2019, que volta a ser realizada depois de seis anos de molho. A Comissão Central Organizadora (CCO) confirmou alguns dos shows que farão parte da programação, confirmando o que a reportagem da emissora já havia antecipado: Anitta e Skank vão se apresentar em Concórdia.

Tudo isso e muito mais foi apresentado na abertura do evento que ocorreu na noite desta sexta-feira, dia 12, no Centro de Eventos, em Concórdia. O ato foi direcionado para convidados, como empresários e imprensa. O principal foco do lançamento oficial da exposição foi dar largada para a comercialização dos standes. Somente neste primeiro momento, foram comercializados praticamente 100% dos espaços e causando uma fila de espera para as próximas semanas.

Os espaços foram definidos após sorteio. Ao chegar no Centro de Eventos, os empresários recebiam uma senha e depois eram sorteados para a compra dos standes. Agropecuária, comércio, serviços, indústria, cultura, gastronomia e lazer serão os setores participantes. O prazo final para a compra dos espaços será o dia 26 de abril.

Shows

Além disso, os membros da CCO divulgaram alguns artistas que irão se apresentar durante o evento. Além de Anitta e Skank, outros nomes antecipados pela reportagem da Rural e 96 nos últimos foram confirmados: Fernando e Sorocaba, Gaúcho da Fronteira com Tradição Nenhum de Nós. Também estão confirmados Christian e Ralf, Grupo Tholl, violinista Simão Wolf e Orquestra de Brinquedos. 

No entanto, as datas das apresentações ainda não foram informadas. A comissão informou ainda que outros shows serão anunciados em breve, como é o caso de uma atração do gênero gospel. mais dez atrações deverão ser confirmadas nos próximos meses. O que também está confirmado é uma série de palestras - com Luis Fernando Furlan, Conrado Engel e Gilberto Tomazoni.

Desta vez, os shows musicais não serão dentro do Centro de Eventos, como ocorria tradicionalmente. A comissão optou por montar o palco no lado externo, entre o Centro de Eventos e o Portão de Entrada do Parque, onde há um grande gramado. O grande destaque ficou também para a confirmação de que todas as apresentações serão gratuitas.

Um parque de diversões também fará parte da feira, como já em outras edições, e ficará instalado atrás do Ginásio Tancredão, do outro lado do riacho que passa no Parque de Exposições. A intenção é que a atração seja de qualidade e que os ingressos de entrada sejam bastante acessíveis. 

A Praça de Alimentação também está confirmada e foi foco de um trabalho bastante delicado. A estrutura será colocada em um novo espaço, já que o local onde era instalada anteriormente agora abriga um lago. Ela ficará entre o Centro de Eventos e as Churrasqueiras. Todo o restaurante terá, obrigatoriamente, que oferecer um produto diferenciado conforme consta em licitação.

Outra preocupação relacionada ao tema foi quanto ao preço das bebidas. Conforme a comissão, vai haver um tabelamento de preço. Estes tipos de produtos terão um preço médio e não poderão custar mais do que o estipulado. O objetivo é evitar o abuso que é comum neste tipo de evento.

Uma das principais preocupações da CCO é quanto ao trânsito e estacionamento. Os organizadores informam que a melhor forma de subir ao parque será utilizando o transporte público, que terá um itinerário especial. Isso evita formação de filas na Tancredo Neves e também a falta de lugar para estacionar. Serão poucas as vagas. Uma das novidades é que o espaço da UnC será disponibilizado para estacionamento. Lá deverá haver um micro-ônibus para o público descer até o parque. 

Organização 

A Expo 2019 começou a ser pensada ainda em 2017. Na época, houve a definição que o evento ocorreria, mas se optou por 2019 por dois motivos: primeiro porque a administração estava assumindo naquele ano, e não haveria tempo para organizar a feira, e depois, pois a prefeitura não queria confrontar com a Femix em 2018, feira realizada pela Câmara de Dirigentes Lojistas.

A escolha pela data de 6 a 15 de setembro foi em comum acordo entre a administração e as entidades de Concórdia, baseada no histórico de outros eventos e também nas condições climáticas, em um período que o tempo costuma ser agradável. Os últimos cinco meses foram de trabalhos intensos. Todas as comissões internas, que ficam responsáveis por cada detalhe, foram definidas.

O coordenador da CCO, Wagner Simioni, diz que a venda dos espaços surpreendeu. "A adesão nos surpreendeu. Infelizmente a gente não conseguiu atender a todos os expositores interessados, ficou gente na fila de espera. Mas a gente pretende, no decorrer da semana, encaixar. Surpreendeu positivamente. Esperamos, sim, que vai ser um grande evento, afinal, Concórdia merece e precisa estar em um lugar de destaque".

O prefeito Rogério Pacheco, ressalta que a expectativa é muito grande. Esse dia é muito importante no sentido que você está apresentando as atrações. Acredito que, com esse envolvimento e receptividade em participar e estar aqui hoje, a Expo já começa muito bem. As atrações apresentadas foram formalizadas. Para cada um da população as atrações tem relação com o que gosta. Esse evento é um investimento para Concórdia até retribuir tudo que a população faz", disse, lembrando que ainda não há o orçamento do evento finalizado.

Sob o slogan “Inesquecível”, a feira vem com grande expectativa de resultados. Ainda não há uma projeção de negócios, mas a tendência é superar os cerca de R$ 60 milhões da última edição, realizada em 2013, e receber mais de 250 mil visitantes de toda a região. 

Números anteriores

A última Expo Concórdia, realizada ainda em 2013 reuniu 500 exposições da agropecuária, comércio, serviços, indústria, cultura, gastronomia, shows e lazer, movimentando R$59 milhões em negócios. Somente as concessionárias venderam 171 veículos. Na Mostra da Agricultura Familiar, no Café Colonial foram servidos 5 mil cafés, no leilão de suínos 35 animais foram comercializados para produtores de oito estados do país. Nos dez dias de feira, segundo levantamento, 180 mil pessoas circularam pelo Parque de Exposições.









SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR




VEJA TAMBÉM