Rádio Rural AM 840

NOTÍCIAS


Geral

Estiagem: Casan informa que volume de chuva abaixo do normal continua por 6 meses

Informação preocupa e companhia alerta para possível falta de água em Concórdia.

Por Luan de Bortoli
16/04/2021 às 06h25 | Atualizada em 16/04/2021 - 17h17


A Companhia Catarinense de Águas e Saneamento (Casan) de Concórdia segue atenta à evolução da estiagem no município. O quadro, conforme a empresa, está se agravando a cada dia que passa sem chuva e o risco de desabastecimento é cada vez maior com uma previsão de chuva abaixo do normal por mais seis meses.

De acordo com a Casan, o nível do Rio Suruvi, um dos dois em que é feita a captação que abastece a cidade, segue caindo, o que preocupa ainda mais. No local, a empresa já opera com uma bomba apenas. No Rio Jacutinga, a situação é menos comprometedora, mas o nível também já está caindo e pode preocupar em breve.

A gerente local da Casan, Janete Farenzena, disse em entrevista à reportagem da emissora que a estiagem vai se agravar por conta da manutenção de pouca chuva em Concórdia. "Tivemos uma reunião com a Defesa Civil também, é bem preocupante para os próximos seis meses, em decorrência da pouca quantidade de chuva, e a estiagem tende a piorar bastante.

Com um racionamento já realizado, conforme a prefeitura, a gerente da Casan volta a apelar pelo uso consciente de água. "Vamos ter que pedir mais cautela na utilização, principalmente em lavar carros, calçada, essas ações que vai bastante água e não tem necessidade. Nós vamos estar trabalhando mais em cima disso, para que a população não venha a ter falta de água no futuro, porque a previsão não é nada animadora".

O Município de Concórdia decretou situação de emergência pela estiagem ainda em outubro de 2020. Como o decreto tem vigência de seis meses é bem provável que ocorra uma prorrogação neste mês de abril. O município segue transportando água para propriedades do interior, conforme demanda de pedidos.





SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR




VEJA TAMBÉM