Rádio Rural AM 840

NOTÍCIAS


Economia

​Comércio exterior na região cresce cada vez mais

Além de produtos, serviços também são exportados.

Por Lucas Villiger
27/04/2021 às 13h13


A exportação no Oeste Catarinense já é uma realidade e abrange muito mais do que o agronegócio. Empresas que visam não só o mercado interno enxergam grandes possibilidade de prosperar exportando seus produtos e serviços para além das fronteiras. Esse processo pode parecer muito burocrático, mas é mais simples do que aparenta.

A coordenadora do Núcleo de Comércio Exterior da ACIC, Luciane Fornari, explica a atuação da instituição no auxílio prestado as empresas que pensam em exportar. “Ele é um núcleo que foi formado inicialmente em Concórdia e a partir dai tomou uma dimensão maior, temos até empresas de Lages conosco, e isso se dá justamente por esse ecossistema que se formou”, comenta. “O grupo tem o intuito de trazer conhecimento, ferramentas, junto com a própria ACIC e a FACISC, dentre outros órgãos, trazemos uma gama de entidades que trazem conhecimento para os empresários que estão pensando em um processo de internacionalização, seja na exportação ou na importação”, completa Luciane.

Luciane também explica que a exportação vai além de produtos, mas também oferece serviços. “Quanto ao agronegócio, em Santa Catarina somos o berço da proteína animal, aves e suínos, isso é indiscutível, a região exporta muito com o agronegócio”, pondera. “Hoje nós temos, aqui na região, mais de 20 empresas de softwares, e é muito fácil de exportar softwares, as pessoas pensam que para exportar você necessita de um produto, mas você pode exportar serviço também”, finaliza a coordenadora.

A exportação no modo geral, abre espaço para muitos setores. Assim, essas empresas que pensam em exportar, podem aproveitar a alta credibilidade dos produtos brasileiros no exterior, que muito agrada os clientes ao redor do globo. A região da Amauc está cada vez mais com os olhos voltados para o mercado externo, sendo essa uma das saídas para contornar a crise.






SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR




VEJA TAMBÉM