Rádio Rural AM 840

NOTÍCIAS


Concórdia

Concórdia tem o pior abril da história em volume de chuva

Mês também foi o mais seco desde 2012.

Por Luan de Bortoli
03/05/2021 às 06h30


A chuva no mês de abril ficou muito abaixo do que a previsão do tempo indicava para Concórdia. A precipitação ficou em apenas quatro milímetros no quarto mês do ano no município, conforme levantamento realizado pela reportagem da emissora com base nos dados da estação agrometeorológica da Embrapa Suínos e Aves. 

Essa quantidade é a pior para um mês de abril na série histórica de Concórdia, iniciada em 1987, quando os dados começaram a ser disponibilizados pela Embrapa. Ou seja, nunca choveu tão pouco em um mês de abril. A precipitação média nesse período foi de 134 milímetros. Portanto, o mês que acabou teve apenas 3% da chuva esperada.

Mas a situação é ainda pior quando analisados os meses corridos, sem especificar apenas abril. Assim, o quarto mês deste ano foi o mais seco em 104 meses, desde agosto de 2012, quando a precipitação foi nula, ou seja, não teve chuva, conforme os dados da Embrapa. 

Em abril deste ano, houve chuva em apenas dois dias (12 e 17), e cada um deles foi com dois milímetros apenas. Ao longo dos últimos 34 anos, o mês de abril mais chuvoso foi 2010, com 284 milímetros. Até então, antes de 2021, o abril mais seco foi em 1987, com 19 milímetros.

Este cenário de secura comprova o avanço da estiagem, que atingiu em abril um de seus piores momentos dos últimos anos. A Casan está trabalhando com rodízio de abastecimento para evitar desabastecimento total de água em Concórdia. No campo, os prejuízos já chegam a quase R$ 60 milhões, e a prefeitura já faz o transporte diário de 100 mil litros de água.

E a perspectiva não é nada animadora. O baixo volume de chuva deve persistir em Concórdia no mês de maio. A previsão, conforme a Epagri/Ciram, é de precipitação abaixo da média climatológica, com chuva mal distribuída, persistindo a estiagem no Oeste e Meio-Oeste. A média esperada é de pouco mais de 100 milímetros, mas a quantidade deve ser inferior a essa.





SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR




VEJA TAMBÉM