Rádio Rural

NOTÍCIAS


Estiagem

​Prefeitura de Presidente Castello Branco realiza ações para minimizar efeitos da estiagem

Toda região sofre com a falta de chuva.

Por Lucas Villiger
04/05/2021 às 09h40


Presidente Castello Branco, assim como outras cidades da região, estão enfrentando a estiagem que já dura quase dois anos. Quem mais sofre com esse fenômeno é o produtor rural, que depende muito da água para exercer seu trabalho, tanto na agricultura quanto na agropecuária. Mas as prefeituras dessas regiões fazem o possível para tentar minimizar os efeitos da falta de chuva.

O técnico agrícola e coordenador da defesa civil municipal, Neucir Giacomin, comentou sobre essas ações que a prefeitura realiza. “A estiagem vem se agravando diariamente, em função da demanda de água para dessedentação animal, questão de suinocultura, avicultura e gado de leite que demandam um consumo bastante alto de água”, explica. “O município vem efetuando o transporte de água para 25 produtores, alguns diariamente e outros em dias alternados, conforme a necessidade dos produtores, auxiliando com caminhão-pipa e tratores”, finaliza Neucir.

Neucir explicou sobre o planejamento da prefeitura para preparar os produtores para situações futuras. “Nós estamos com um programa que o município auxilia com 80% da escavação para a construção de novas cisternas, para que os produtores possam fazer seus investimentos para que no futuro se tornem menos dependentes dos recursos hídricos”, discorre. “Então o pessoal vai armazenando água em épocas que chove bem, e quando vier o periodo de seca eles usam essa água”, completa Neucir.

O município vem sofrendo muito com a falta de água, assim como praticamente toda região Oeste do estado. A prefeitura sempre trabalha em parceria com os produtores para tentar resolver esses problemas que acontecem de maneira recorrente. Assim, os produtores conseguem ter uma maior segurança em seus investimentos, visando cuidar de sua propriedade e ter uma melhor lucratividade.

 





SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR




VEJA TAMBÉM