Rádio Rural

NOTÍCIAS


Saúde

Banco de Leite foi inaugurado em Concórdia

Projeto foi idealizado pelo Rotary Club Concórdia em parceria com o Hospital São Francisco.

Por Lucas Villiger
21/06/2021 às 08h59 | Atualizada em 23/06/2021 - 06h12


Após anos de espera e expectativa, o Hospital São Francisco inaugurou nesta sexta-feira, 18, o Banco de Leite Humano. O Banco de Leite já fazia parte da lista de serviços futuros do HSF. Em 2014 o Hospital São Francisco recebeu o apoio do Rotary Club de Concórdia, que após tomar conhecimento da ideia de implantação de um banco de leite em Concórdia, que sempre foi o sonho da Dra. Ligia e que foi levado até o Rotary por meio das Senhoras da Casa da Amizade. O Rotary abraçou a causa e elaborou um projeto de subsídio global obtendo apoio e a aprovação do Distrito 4.740 de Rotary International. Através da Fundação Rotária, foi em busca de parceiros internacionais e dois clubes de Rotary, da Índia e Califórnia (Estados Unidos) se propuseram a fazer parceria, visando a aquisição de todos os equipamentos necessários para a implantação deste serviço. 

Parceiros e personagens

Desde 2014 muitos foram os contatos realizados, parcerias estabelecidas, com clubes rotarianos de outros países e o Hospital São Francisco. Aprovação da Fundação Rotária de Rotary International, apoio e colaboração de muitas pessoas. Inclusive da comunidade de Concórdia, que ao adquirir ingressos e participar dos eventos beneficentes do Rotary, contribuiu para a arrecadação de parte do valor de R$ 210.000,00, destinado à compra dos equipamentos.

Mas também não podemos falar do Banco de Leite Humano, sem citar a médica ginecologista e obstetra Dra. Ligia Maria Engel. Durante décadas, Dra. Lígia foi uma defensora da instalação do Banco de Leite em Concórdia. Com conhecimento de causa, pelas milhares de crianças que auxiliou a chegar neste mundo, Dra. Lígia, além de auxiliar nas parcerias, também auxiliou a construir a Associação de Aleitamento Materno de Concórdia e Região (AMAR), que tinha como objetivo a propagação da importância do aleitamento materno, além de apoio e auxílio às mães. Com a implantação do Banco de Leite Humano do Hospital São Francisco, Dra. Lígia também passa a exercer o cargo de médica responsável pelo novo serviço.

Em 2021, com a obra de expansão do Hospital São Francisco quase concluída, o Banco de Leite Humano começou a tomar forma, em um espaço totalmente reformulado e planejado para este serviço. Com o valor doado pelo Rotary Club de Concórdia foram adquiridos os seguintes equipamentos:
 
  • Acidimetro de Dormic com ponta fina (ferramenta utilizada na indústria de laticínios para aferição da acidez do leite)
  • Banho Maria para descongelamento ABL-65
  • Banho Maria para pasteurização ABL-65
  • Cremômetro
  • Resfriador rápido RBL-65
  • Deionizador pressurizado 100l/H
  • Ordenhadeira Matern Milk Advanced II
  • Aquecedor de leite humano AÇTS-102e
  • Caixas Isotérmicas
  • Frascos de vidro com tampa 250 e 600 mls
  • Escova de higiene das mãos e mamas
  • Copo dosador para aleitamento 60 ml
  • Berço para recém-nascido
  • Computador
  • Geladeira
  • Freezer vertical 270 litros
  • E climatizador.
Marco para a Região Oeste

Santa Catarina possui hoje 13 bancos de leite humano localizados nas cidades de Jaraguá do Sul, Lages, Curitibanos, Florianópolis, Criciúma, Tubarão, São José, Rio Negrinho, Itajaí, Joinville, Mafra e Blumenau.

A inauguração do Banco de Leite do Hospital São Francisco em Concórdia possibilitará o atendimento de toda a região Oeste e Extremo Oeste catarinense, que até o momento eram atendidos somente pela unidade de Lages, na Serra.

Como deve funcionar o Serviço de Banco de Leite do Hospital São Francisco

Neste primeiro momento o Banco de Leite do Hospital São Francisco estará realizando atendimento de orientação às lactantes, auxiliando no processo de amamentação, pega correta e sobre o funcionamento da doação de leite materno.

O horário de atendimento do serviço será de segunda a sexta-feira, das 07h30 às 12h e das 13h15 às 17h30, e será realizado pela enfermeira responsável pelo setor, Mirela Piloni.

Após todas as liberações relativas a alvarás de funcionamento, o Banco de Leite do Hospital São Francisco iniciará seus atendimentos para coleta das doações.

Como serão feitas as doações?

Todo o processo seguirá rígidos padrões de qualidade, o que o torna seguro e confiável tanto para quem doa e especialmente para os bebês que receberão o leite.

As doações serão feitas somente no Banco de leite do Hospital, onde as coletas serão realizadas. O tempo de doação varia de mulher para mulher, com duração de 15 minutos a 1 hora.

Além da médica responsável, o serviço também conta com uma Nutricionista que responde tecnicamente pelo setor, além de uma enfermeira.

De acordo com a nutricionista, Graziele Toigo Rogowski, todo leite humano ordenhado distribuído pelo Banco de Leite deverá ser obrigatoriamente pasteurizado. A distribuição do Leite humano cru é facultada apenas nas doações de mãe para filho, em que o leite que for coletado sob supervisão, em ambiente próprio, e cujo consumo se dê imediatamente após a ordenha ou em até 12 horas, quando mantido à temperatura limítrofe de 5ºC.

O Leite humano passa por diversos processos antes de sua liberação. É realizado análise visual da embalagem, se há sujidades visíveis, se a cor e o odor são característicos.

Processo de pasteurização

Após, passa pelo processo de pasteurização que tem como objetivo Inativar termicamente o microrganismo mais termoressitente, a Coxiella burnetti.

A coleta de material para a realização do exame microbiológico ocorre após a pasteurização. O padrão estipulado pelas redes de banco de leite para controle de qualidade é a realização de exame microbiológico, que institui a utilização de microrganismos indicadores de qualidade sanitária.

Após a pasteurização o leite fica congelado aguardando a liberação da análise microbiológica.

Só depois de todos os testes ok, o leite é liberado para distribuição.

Preparação para a doação

Para que a doação seja efetivada as doadoras passarão por um rígido processo de preparação como paramentação e higiene, com lavagem das mãos até o ante braço, utilização de avental, toucas e máscaras, evitando riscos de contaminação.

É importante ressaltar que durante todo o processo de doação, na sala de coleta, não é permitido beber líquidos, comer, nem mesmo falar na sala de ordenha. Tudo este processo será acompanhado pela enfermeira responsável do setor.

Quem pode doar?

Qualquer mulher que tenha leite excedente pode ser doadora, desde que esteja saudável, não faça uso de medicamentos, não fume mais de 10 cigarros ao dia, não faça uso de bebida alcóolica, tenha seus exames pré-natais em dia, e que não tenha sofrido nenhuma intercorrência na hora do parto.

As doadoras serão cadastradas no Banco de Leite, após encaminhadas à Sala de Preparação para paramentação e posterior coleta.

Mulheres menores de idade podem ser doadoras, desde que preencham os pré-requisitos estabelecidos e entendam a importância da doação.

Se a doadora tiver alguma intercorrência no período que for doadora, será encaminhada para a médica responsável pelo Banco de Leite para avaliação.

Tempo de doação

Não existe um tempo ou doações mínimas, deixamos as lactantes bem à vontade para doarem quantas vezes quiserem, no período em que tiverem leite excedente e se sintam à vontade.

Quem recebe o leite?

Todo o leite doado será destinado aos bebês internados na Uti Infantil/Neonatal do Hospital que possuem baixo peso.

A Sociedade Brasileira de Pediatria descreve o aleitamento materno como a base da vida. Ele sacia a fome e impulsiona o viver. É, naturalmente, indispensável nos primeiros momentos da existência. Assim é o leite materno: a base da vida. A recomendação mundial é de que o aleitamento deve ser exclusivo até os 6 meses e complementado com adição de alimentos variados até os 2 anos ou mais. Afinal, amamentar é um ato de amor sem limites! 

Dúvidas e informações gerais

Você pode entrar em contato com o Banco de Leite do Hospital São Francisco através do telefone (49) 3441-4500.

Fonte: Hospital São Francisco






SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR




VEJA TAMBÉM