Rádio Rural

NOTÍCIAS


Economia

No 1º semestre, Concórdia exportou 244% a mais que o mesmo período do ano passado

Seara também teve crescimento

Por Lucas Villiger
21/07/2021 às 06h04


De acordo com dados do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, o município de Concórdia exportou o equivalente a U$ 7,27 milhões no primeiro semestre de 2021. Isso representa 244,7% a mais do que o mesmo período do ano passado. Em todo o ano de 2020 o montante totalizou U$ 8,5 milhões com as exportações. Concórdia representa 0,1% das exportações de Santa Catarina e ocupa a 66ª posição no ranking catarinense. No país é o 865º colocado. Os principais destinos dos produtos de Concórdia são Chile (38%), Itália (28%) e Argentina (23%).

As carnes e miudezas comestíveis, frescas, refrigeradas ou congeladas de aves lideram as vendas exteriores, com 38%. Em seguida aparece as lenhas em qualquer estado, madeira em estilhas ou em partículas com 28%. O mate aparece na terceira posição com 24% das exportações.

REGIÃO:

As exportações de Seara tiveram um aumento de 36% nestes seis primeiros meses de 2021, na comparação com o mesmo período do ano passado. De acordo com dados do Ministério da Economia, o município, representado pela JBS/Seara Alimentos exportou o equivalente a U$ 71,72 milhões no primeiro semestre deste ano e em 2020 foram U$ 52,57 milhões. Os dados mostram que a carne suína continua liderando o volume exportado com 86%. Já a carne de frango, figura em segundo lugar nas vendas internacionais com 7,7% de participação. Enchidos e produtos semelhantes, de carne, de miudezas ou de sangue são o terceiro produto mais exportado pela empresa, o que representa 4,5%.

Seara é responsável por 1,2% das vendas externas de Santa Catarina, ocupando a 11° posição no ranking estadual e a 285º posição nas exportações do país. Os principais parceiros comerciais neste ano foram Chile (61% do volume exportado), Filipinas (15%), Japão (4,6%) e China (4,5%).

No mesmo ritmo, as importações de Seara tiveram um aumento considerável. Nos primeiros seis meses de 2020 a Seara Alimentos movimentou apenas U$ 248 mil em compras do exterior e neste ano somou U$ 2,26 milhões. O principal produto adquirido de outros países são as tripas, bexigas, e estômagos de animais, que representam 77% das importações. E os principais países que vendem para Seara são Holanda, Bélgica e China.

Na contramão de Seara, Itá teve uma queda nas vendas externas no semestre. A Gelnex, que representa praticamente a totalidade das exportações do município, reduziu suas vendas de U$ 68,05 milhões nos primeiros seis meses de 2020 para U$ 56,83 milhões este ano. Uma diminuição de aproximadamente 16%.

Itá está na 17º posição no ranking estadual de exportadores e 333º no nacional. Os principais produtos exportados são gelatinas e seus derivados, que movimentaram U$ 51,2 milhões e representam 90% do montante vendido ao exterior. Já as importações itaenses tiveram um aumento no período, passando de U$ 13,5 mil em 2020 para U$ 418 mil nos seis primeiros meses deste ano. O produto adquirido nos EUA são centrifugadores para filtrar ou depurar líquidos ou gases.

ESTADO:

Santa Catarina apresentou crescimento nas vendas externas num total de 15,8%. No acumulado dos seis meses de 2021, movimentou o equivalente a U$ 4,6 bilhões, enquanto o valor de importações somou U$ 11,9 bilhões. Entre os principais produtos exportados, a carne de aves representa 15% e a carne suína 14% do montante. O Estado ocupa a nona posição no ranking nacional em exportações.

Fonte: BELOS FM, FOLHA SETE, DÉCIO PANDOLFI E TATIANE GIOMBELLI

Fonte: Com informações de Marcos Feijó





SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR




VEJA TAMBÉM