Rádio Rural

NOTÍCIAS


Concórdia

CDL defende liberação de trânsito em horários específicos no Calçadão de Concórdia

Prefeitura ainda não tem data pra tomar decisão sobre situação.

Por Luan de Bortoli
04/08/2021 às 06h10 | Atualizada em 03/08/2021 - 13h52


Continuando fechado, a prefeitura de Concórdia ainda não tem uma definição sobre a liberação de trânsito no novo Calçadão. E também ainda não há uma posição sobre quando uma decisão sobre o assunto será tomada. Enquanto isso, a reportagem da emissora começa a ouvir representantes de entidades ligadas diretamente ao tema para saber a opinião deles.

Nesta semana, o jornalismo conversou com o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), Gabriel Sabino, que representa mais de mil associados. Para ele, o projeto inovador do Calçadão deve ser aproveitado por pedestres e motoristas. Seguindo o projeto, o presidente da entidade defende a liberação para passagem de carros.

“Referente ao Calçadão, com essa transformação, que ficou perfeito, maravilhoso, foi um cartão-postal para Concórdia, nós apoiamos que permaneça como está no projeto, respeitando o limite de velocidade. Até porque foi pensando nisso, essa unificação de pessoas, ciclistas e carros, com o total cuidado, velocidade permitida que é de 20km/h, e até para desafogar o trânsito, acredito que será muito bom”.

Conforme Gabriel Sabino, é possível aproveitar a nova via no centro de forma inteligente, dividindo os espaços e horários. “Abre no horário comercial, às 06 horas, e às 18 horas fecha, deixa para as famílias. E no fim de semana faça como é feito na Rua Coberta. Mas durante o horário comercial, é muito importante a passagem de veículos, até para muitas pessoas que têm comércio ali”, argumenta.

Desde que o novo Calçadão começou a ser construído, um dos temas que dominou as conversas foi sobre a liberação do trânsito. Nos últimos meses, a administração municipal realizou algumas reuniões com entidades representativas diretamente ligadas ao assunto e também com a sociedade em geral para chegar a uma posição em consenso. 

Enquanto a decisão não é tomada, a prefeitura já providenciou os equipamentos de proteção que delimitam o espaço para veículos e para pedestres, conforme o projeto já recomendada. Os itens foram instalados recentemente, além das placas orientativas. Enquanto isso, o trecho Calçadão que compreende a Anitta Garibaldi tem passagem de veículos desde maio.





02 COMENTÁRIOS - Deixe também o seu Comentário



Marcos comentou em 04/08/2021 as 12:02:25
"essa unificação de pessoas, ciclistas e carros, com o total cuidado, velocidade permitida que é de 20km/h, e até para desafogar o trânsito, acredito que será muito bom?
Discordo, o calçadão ficou excelente, cartão postal para cidade porem misturar veículos, não possui meio fio para divisão, os pedestres ficam confusos, crianças e animais andando por todo o calçadão.
É possível observar agora com a liberação de parte dele a confusão que ficou, extremamente perigoso...
Não desafoga em nada..



BRUNO LOPES SOARES comentou em 04/08/2021 as 21:00:12
Concordo com a colocação do
Marcos. Totalmente desnecessário liberação de veículos no local, não desafoga em nada o trânsito e ainda colocará em risco o elevado os pedestres que há no local.




VEJA TAMBÉM