Rádio Rural

NOTÍCIAS


Economia

Ipumirinense na lista da Forbes de mulheres poderosas do Agro

Tânia Zanella é superintendente da Organização das Cooperativas Brasileiras.

Por Marcos Feijó
19/10/2021 às 08h49 | Atualizada em 20/10/2021 - 08h48


Forte e diversificado, o agronegócio brasileiro conta com número crescente de líderes femininas. Foi isso que motivou a revista Forbes a lançar a lista “100 Mulheres Poderosas do Agro” que conta com três catarinenses e mais três que atuam em empresas baseadas no Estado. Com nomes em ordem alfabética, a publicação inclui a ministra da Agricultura, Teresa Cristina, empresárias rurais, cientistas, executivas e influenciadoras digitais, entre outras. De SC, se destacam a presidente da Epagri, Edilene Steinwandter; a presidente do Fundo JBS pela Amazônia, Joanita Maestri Karoleski; e a superintendente da Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB) Tânia Zanella.A lista das 100 traz, ainda, três executivas que atuam em empresas sediadas em Santa Catarina. As gaúchas Lisiane Oliveira, empreendedora da Novah Natural, empresa de alimentos veganos de Florianópolis; e a vice-presidente global de relações institucionais, reputação e sustentabilidade da BRF, Grazielle Parenti. Também integra o grupo de 100 a gerente de pesquisa e desenvolvimento em Inovação Plant Based da Seara Alimentos, Renata Nascimento.

A Forbes destaca que a engenheira agrônoma Edilene Steinwandter, natural de Treze Tílias, é a primeira mulher a presidir a Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de SC (Epagri). Informa que é mestre e zootecnia e especialista em produção de ruminantes e que chegou à presidência da estatal de pesquisa por eleição dos colegas.

Outro nome forte da lista é o da executiva Joanita Karoleski, nascida em Botuverá, Vale do Itajaí, que fez carreira em agroindústrias. Graduada em Ciências da Computação e Informática, começou trabalhando na Bunge, em Gaspar. Em 2015, após atuar como diretora da Seara Alimentos, foi conduzida à presidência da companhia, destaca a Forbes. Atualmente, ela preside o Fundo Amazônia e é conselheira da empresa Pilgrim’s Pride, dos EUA, também da JBS.

A outra catarinense da lista é a advogada Tânia Zanella, natural de Ipumirim, Oeste do Estado. Ela começou a trabalhar como assessora parlamentar do então deputado Odacir Zonta, na Alesc, em Florianópolis. Depois foi para a Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB), onde foi gerente geral antes de assumir a superintendência. A Forbes destaca a força da OCB, que representa 4.868 cooperativas, 17,1 milhões de cooperados, dos quais 40% são mulheres. O agro representa 1 milhão de cooperados, mas a maior receita do setor.
 
Quer receber nossas notícias em primeira mão? Entre no nosso grupo de notícias no WhatsApp clicando aqui e receba as principais matérias do dia para ficar sempre bem informado com os acontecimentos da cidade e região. Te convidamos também para nos seguir no Instagram através do @radioruralconcordia e acompanhar os bastidores da Rádio, com conteúdos exclusivos de vídeos e imagens.

Fonte: ESTELA BENETTI/NSC





SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR




VEJA TAMBÉM