NOTÍCIAS



Saúde

Câncer de Próstata


Urologista explica como prevenir a doença

Por Simone Vieira
13/11/2021 às 11h44
Compartilhar


O câncer de próstata, segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA), no Brasil é o segundo mais comum entre os homens, atrás apenas do câncer de pele não-melanoma. 

A próstata envolve a porção inicial da uretra, tubo pelo qual a urina armazenada na bexiga é eliminada. A próstata produz parte do sêmen, líquido espesso que contém os espermatozoides, liberado durante o ato sexual.

Conforme o Urologista do Ambulatório de Especialidades do Hospital São Francisco, Dr. Vitor Fernandes, a faixa etária mais comum de incidência desse câncer são os homens com mais de 50 anos. 

Existem alguns fatores de risco para o câncer de próstata, por exemplo, homens afrodescendentes, histórico familiar, pacientes obesos e o envelhecimento. Os exames de detecção devem ser realizados a partir dos 45 anos de idade. O rastreamento é feito com exames todos os anos, o PSA e o exame de toque retal. 

A chance de cura do câncer de próstata vai aumentar conforme a detecção precoce, e chega a 90%. “Se eu faço uma cirurgia em fase inicial, diminui a chance de sequelas, a cirurgia é mais preservativa em relação a ereção e a incontinência urinária. Aumenta a qualidade de vida do paciente pós-cirurgia”, destaca Dr. Vitor. 

Cerca de 75% dos casos no mundo ocorrem a partir dos 65 anos. Alguns desses tumores podem crescer de forma rápida, espalhando-se para outros órgãos e podendo levar à morte. A maioria, porém, cresce de forma tão lenta (leva cerca de 15 anos para atingir 1 cm³ ) que não chega a dar sinais durante a vida e nem a ameaçar a saúde do homem.

Os tipos de tratamentos contra a doença são cirúrgicos e radioterapia. A pandemia tem servido como desculpa para muitos homens deixarem de fazer o exame anual. “Eles têm usado como bengala a pandemia, dizem que tem medo de pegar Covid, mas é muito importante, pelo menos uma vez por ano procurar um urologista. Eu sempre digo,  não é prevenção é detecção precoce. Todo o ano escolha um mês e faça seus exames”, salienta o urologista. 

E o “Novembro Azul” não serve apenas para lembrar do Câncer de Próstata, mas outras doenças que acometem os homens, como o câncer de testículo e a hiperplasia da próstata, entre outros. Fique atento, todos os anos, converse com seu médico e solicite um check up geral. 




SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR




VEJA TAMBÉM