Rádio Rural

NOTÍCIAS


Justiça

Acusado de feminicídio é condenado a 21 anos e quatro meses de prisão na região

O crime aconteceu no dia 7 de junho deste ano, no centro de Paial.

Por Luan de Bortoli
10/12/2021 às 07h35 | Atualizada em 11/12/2021 - 07h29


Julgado nesta quinta-feira, dia 9, em Itá, Claudemir José Freitas foi condenado a 21 anos e quatro meses de prisão. Ele era acusado pela morte da ex-companheira Clarice Libino, 38 anos. O crime aconteceu no dia 7 de junho deste ano, no centro de Paial. A condenação teve várias qualificadoras.

Claudemir José Freitas invadiu o salão de beleza da ex-companheira e desferiu vários tiros. A vítima faleceu no local do crime. O casal tinha dois filhos. O suspeito fugiu mas foi preso horas depois. Ele estava escondido na casa de parentes em linha Aparecida, interior de Paial. Desde então, está detido no Presídio Regional de Concórdia.

O júri começou por volta das 9h no Clube Cruzeiro. Foram ouvidas várias testemunhas e houve diversos duelos entre acusação e defesa. Atuou na acusação a promotora Aline Boschi Moreira. Na defesa esteve o advogado Bruno Vinícius Pandolfi. O júri foi presidido pelo juiz Rodrigo Clícamo José.

Um bom público acompanhou o julgamento e o juiz limitou a presença de no máximo de 50 pessoas simultaneamente. Uma caravana de Paial com familiares e amigos da vítima, usando camisetas com a foto Clarice, também acompanhou o julgamento.

O réu, que participou do júri por videoconferência, segue no presídio para o cumprimento da pena. Na avaliação do MP a pena ficou a contento. Já a defesa ainda não informou se vai recorrer da decisão. Ainda cabe recurso.
 
Quer receber nossas notícias em primeira mão? Entre no nosso grupo de notícias no WhatsApp clicando aqui e receba as principais matérias do dia para ficar sempre bem informado com os acontecimentos da cidade e região. Te convidamos também para nos seguir no Instagram através do @radioruralconcordia e acompanhar os bastidores da Rádio, com conteúdos exclusivos de vídeos e imagens.

Fonte: Belos FM





SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR




VEJA TAMBÉM