Rádio Rural

NOTÍCIAS


Saúde

Vacina da gripe protege contra H3N2? Entenda

Imunizante aplicado no país neste ano não inclui a cepa Darwin, que vem causando surtos no Brasil

Por Luan de Bortoli
19/12/2021 às 06h13 | Atualizada em 18/12/2021 - 22h50


O Brasil tem registrado surtos de gripe causados pela influenza A (H3N2), principalmente pela cepa Darwin. Em Santa Catarina, sete casos foram confirmados entre outubro e dezembro. A atual vacina contra a doença não incluiu em sua composição esta linhagem. Assim, especialistas pedem que a população se proteja do vírus mantendo cuidados adotados para prevenção da Covid-19.

A vacina aplicada pelo Sistema Único de Saúde (SUS) contra a gripe é produzida pelo Instituto Butantan. Ela protege contra influenza A (H1N1); influenza A (H3N2) e influenza B e tem por objetivo reduzir os sintomas da doença. No caso da H3N2, apenas a cepa Hong Kong foi incluída. 

A linhagem Darwin, que tem provocado os surtos, não foi uma das incluídas no imunizante.

O virologista Fernando Spilki comenta que a vacina contra a gripe é atualizada todos os anos. O objetivo é incluir as cepas do vírus que estão em maior circulação. O Instituto Butantan se manifestou dizendo que vai incluir a linhagem Darwin no imunizante de 2022.

E mesmo com a vacina, a baixa adesão ao imunizante contra a gripe chamou a atenção este ano. Em Santa Catarina, a cobertura vacinal foi de 67,4%. Longe da meta de vacinar 90% do grupo prioritário — crianças, idosos, trabalhadores da saúde etc.

A campanha se estendeu de abril a setembro e foi ampliada para todos os públicos nos meses seguintes. Municípios que ainda tem doses podem aplicar em seus moradores sem que eles pertençam ao grupo prioritário.

Cuidados contra Covid podem ajudar na prevenção

Na avaliação do virologista, a baixa cobertura vacinal, mesmo que a vacina não dê cobertura à nova cepa, é um dos fatores que ajuda entender os surtos de H3N2 no país.

A flexibilização nas medidas de distanciamento e o relaxamento da etiqueta respiratória também ajudam a entender o avanço da doença.

Em São Paulo, Rio de Janeiro e Salvador houve uma alta incidência de casos de gripe nas últimas semanas. Algumas cidades do Rio, prefeituras chegaram a decretar epidemia.

— Um surto de grandes proporções da H3N2 não pode ser descartado — afirma Spilki.

A melhor forma de prevenção, segundo o virologista, é a manutenção dos cuidados adquiridos na prevenção da Covid-19. Ele destaca que o uso de máscara é fundamental para prevenir a gripe.

Conheça os sintomas da H3N2
  • Febre alta, acima dos 38ºC
  • Dor no corpo
  • Dor de garganta
  • Dor de cabeça
  • Espirros
  • Tosse
  • Coriza
  • Calafrios
  • Cansaço excessivo
  • Náuseas e vômitos
  • Diarreia, mais frequente de acontecer em crianças
  • Moleza

Fonte: NSC Total





SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR




VEJA TAMBÉM