NOTÍCIAS



Justiça

Sentenças diferentes para 3 réus no primeiro júri do ano em Concórdia


Dois irmãos foram mortos. Há absolvições e condenações.

Por Marcos Feijó
08/03/2022 às 18h50 | Atualizada em 08/03/2022 - 18h59
Compartilhar


O primeiro Tribunal do Júri em Concórdia em 2022 ocorreu nesta terça, dia 8 de março. E foi com três réus(todos homens-E.W, J.S. de L, L.H.W.R) e dois homicídios em datas diferentes. 
SENTENÇA: 
-J.S.deL: absolvido de ambas mortes e com revogação de prisão preventiva. Segue preso por outro processo.
-E.W: condenado a 19 anos e 1 mês com qualificadora pela morte de J.GdaS e absolvido da morte de M.C.G.daS. 
-L.H.W.R: condenado a 6 anos simples pela morte de M.C.G.daS, única que estava denunciado.
Os crimes se deram em 26 e 30 de março de 2020 no bairro Santa Rita em Concórdia. Dois irmãos foram mortos com tiros. O alvo dos criminosos, segundo consta nos altos, era o segundo(M.C.GdaS), sendo, então, o primeiro(J.G.daS) executado por engano. Consta que o caso se deu por dívida por aquisição de drogas.

Presidiu a sessão o juiz Ildo Frabis Junior. Na acusação trabalhou o promotor João Paulo de Andrade. Cada réu com um advogado para a defesa: o de J. é Jivago Ulguim, o de E. é Luís Antônio Favero e o de L. é Diógenes Carvalho da Silva. 

Não houve presença de público devido ao protocolo de saúde pela pandemia da Covid.  




SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR




VEJA TAMBÉM