NOTÍCIAS



Geral

Leilão de Quadros em Concórdia


Parte do valor arrecadado será revertido para a APAS

Por Simone Vieira
25/06/2022 às 06h00 | Atualizada em 24/06/2022 - 17h28
Compartilhar


Está marcado para este domingo (26), o Leilão de Quadros da Exposição Outros Tons produzido pelo Coletivo Rosé, que é formado pelos fotógrafos: Imran Ahamed, Mariana Motterle, Natascha Moretti, Damaris Ferrão, Amanda Kosenhoski, Sofia Helena e Davi Piaia.

Parte da renda arrecadada com a venda será revertida para a Associação de Pais e Amigos dos Surdos. A Exposição FineArt esteve aberta ao público, no centro de Concórdia, na Galeria Calixto Maito (Novo Calçadão) e também no Hotel Alvorada. 

A FineArt é a fotografia produzida por impulso artístico e estético. A impressão é feita com cuidado no processo de reprodução para que seja uma fiel amostra da imagem produzida, com qualidade e durabilidade própria superior. Para se ter uma ideia, museus e galerias imprimem nessa técnica para que o trabalho do artista dure mais de um século, sem alterar a cor, por exemplo. 



Neste domingo, dia 26, às 16 horas no Terraço do Hotel Alvorada, as obras da exposição estarão à venda com intuito de incentivar os artistas a produzirem mais material para a próxima edição e na aquisição de equipamentos de estúdio (Fundo e iluminação Chroma Key) para as produções dos programas desenvolvidos pela APAS, como o Minuto Libras, por exemplo. 

Para a Professora de Libras, Carina Schoulten, “as fotos são únicas, elaboradas através de um processo chamado fineprint, que são papéis e pigmentos especiais, que proporcionam texturas, detalhes especiais nas imagens e além de tudo isso, essa é  a primeira exposição da cidade, com acessibilidade, através de áudio descrição e janela de Libras”, destaca.

Conforme Davi Piaia, o projeto Coletivo Rosé iniciou ano passado e surgiu da necessidade de ter um grupo que representasse a categoria. “Ainda estamos organizando para transformar em uma cooperativa. Nossa ideia é organizar eventos, ações sociais sempre atreladas a exposição, workshops, oficina e capacitação de pessoas para trabalhar na área”, destaca.

O grupo de fotógrafos entendeu a necessidade e oportunidade de transformar a exposição acessível para pessoas com deficiência. “Entendemos a necessidade de implementar recursos que garantissem a acessibilidade em espaços públicos”, destaca Piaia. 




Para Davi, a arte pode e deve ser usada para fazer transformações na comunidade. Vai haver música ao vivo com Gartys (Concórdia e Jan Carlo (Chapecó). Haverá Coquetel Junino e a entrada será livre. 

Fonte: http://finephoto.com.br/o-que-e-fine-art/ 
Fotos:  Arquivo Coletivo Rosé






SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR




VEJA TAMBÉM