NOTÍCIAS



Concórdia

​Poços de águas termais podem alavancar o turismo de Concórdia


Já foram identificados três pontos para perfuração.

Por Lucas Villiger
28/06/2022 às 09h25 | Atualizada em 28/06/2022 - 12h24
Compartilhar


São inúmeras as ações que estão sendo estudadas para o desenvolvimento do turismo em Concórdia. Seguindo o exemplo de cidades vizinhas, como Piratuba, Itá e Marcelino Ramos, o município de Concórdia almeja entrar no roteiro do turismo das águas termais, setor muito popular na região, atraindo visitantes de outros estados inclusive.

O secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Wagner Simioni, comenta sobre os estudos que foram feitos para fomentar o setor. “Um passo importante que foi dado é o estudo de levantamento de custos e viabilidade da exploração de águas termais em três pontos aqui da nossa cidade, e é sempre bom lembrar que não quer dizer que sejam os únicos e exclusivos pontos, mas eles são estudados e investigados para que a privada possa fazer as análises de custo”, explica Simioni.

“Já identificamos os com custos de implantação de poços profundos para se chegar na água termal, isso está disponível desde que o estudo foi entregue e está disponível no nosso site”, salienta. “Muitas empresas e investidores já tiveram acesso a esse documento e a prefeitura ainda aguarda esse interesse por parte da iniciativa privada para que isso efetivamente possa acontecer em Concórdia, não cabe aqui ao poder público perfurar poço de água termal, mas sim incentivar a iniciativa privada para que tenha interesse em explorar esse potencial que foi identificado aqui no nosso município”, finaliza Wagner Simioni.
 
Quer receber nossas notícias em primeira mão? Entre no nosso grupo de notícias no WhatsApp clicando aqui e receba as principais matérias do dia para ficar sempre bem informado com os acontecimentos da cidade e região. Te convidamos também para nos seguir no Instagram através do @radioruralconcordia e acompanhar os bastidores da Rádio, com conteúdos exclusivos de vídeos e imagens.




SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR




VEJA TAMBÉM